Header Ads

test

HQ MEMORIA – Savage Dragon Edição #200



Em  1992 alguns dos nomes mais badalados da industria Norte-Americana de quadrinhos, oriundos da Marvel, fundaram o selo IMAGE Comics.  Sendo os fundadores, Todd Mcfarlane, Rob Liefeld, Jim Lee, Marc Silvestri, Erik Larsen, Jim Valentino e Whilce Portacio.  A Image tinha uma proposta de quadrinhos vistosos, e também de manter os direitos autorais dos personagens a seus autores. E o impacto dos nomes envolvidos rendeu inclusive a 2ª posição como maior editora do mercado no inicio da década de 90, mas vários conflitos administrativos levaram a saída dos principais nomes por traz do selo. Bom, vale lembrar que, Mcfarlane criou Spawn (talvez o mais conhecido dessa fase), Marc Silvestri  trabalhou em Witchblade e  , Jim Lee criou  Gen¹³ e WildC.a.t.s e bom talvez não tão prestigiado como os demais Erik Larsen criou Savage Dragon. 

A turma que criou a Image -Larsen é o careca !

Mcfarlane e Jim Lee eram os grandes astros da industria nessa época, o primeiro desenhou e se eternizou memoravelmente na revista do Homem-Aranha com David Micheline onde criou Venon, o segundo com Claremont revitalizou os X-men e quebrou todos os recordes de venda. Larsen assumiu os trabalhos de Mcfarlane no teioso, com a proposta de fazer um traço similar ao antecessor. Mas o seu melhor trabalho realmente é Savage Dragon. Parece que Larsen esperou muito para emplacar suas ideias em uma HQ, com uma ótima dose de humor (talvez herdado da fase do teioso), violência, mistério e claro outros elementos pertinentes, ele conseguiu não redescobrir a roda, mas fazer um ótimo enredo.




    
Quem é Savage Dragon?:  Encontrado em um terreno em chamas, sem roupas, interrogado pelo policial Frank Darling, Dragon, passou a se chamar assim quando a enfermeira viu a zarabatana em sua cabeça e sua pele verde. Ele ficou escondido até ser integrado a força policial para apoio contra seres poderosos, que trucidam policiais. Cheia de piadas e referências políticas anti-republicanas, Dragon tenta obter suas respostas enquanto sua vida segue. Ele já passou no inferno, bateu um papo com Deus (que levou um chute no saco do Diabo), enfrentou Osama Bin Laden,  apoiou Barack Obama a presidência (quando ele próprio desistiu da candidatura) , encontrou Superman, Hellboy, Goon, Spawn e ....  só teve 16 edições regulares no Brasil, além de algumas minisséries esporádicas. Mas há muito mais sobre o personagem, por isso essa menção honrosa por seus mais de 20 anos e sua edição mais que especial de número 200 !!





      Há mais sobre o que permeia a origem de Dragon, Larsen até escreveu uma história sobre isso depois de muitos pedidos, na qual mostra Dragon como um imperador opressor que mata por prazer e num ‘golpe’ de seus serviçais é mandando a terra com a memória apagada (já que todos queriam se livrar dele).  Fora isso Larsen havia concebido o personagem muito antes da minisérie de estreia em 1992, Dragon aparece inicialmente na revista Graphic Fantasy em 1982 (um fã-zine de apenas 200 cópias impressas), e depois como coadjuvante na Megaton de 1986. 


Primeira Aparição do Savage Dragon 1982
Mais experiente Larsen mostra Dragon como coadjuvante em uma história em que era desenhista 

  Mais experiente em 1992 Larsen voltou ao antigo personagem, ao qual parece ter muita afeição, ao ponto de declarar que pretende morrer escrevendo.  Esse amor , da melhor espécie fã/personagem , é que dignifica ainda mais essa jornada de mais de 20 anos a frente do título. As 200 edições não são só um presente qualquer, e sim o mérito honroso de um artista que está a frente de sua criação desde o embrião até hoje.  Mcfarlane (o primo rico) teve apoio de Miller, Alan Moore (Feudo de Sangue), Neil Gaiman nos primórdios de Spawn ,  mas a exemplo de Lee e outros cofundadores da Image largou sua ‘cria’ para colher os louros. Larsen nunca perdeu de vista seu grande projeto, e quer tenha ou não seus defeitos, isso o torna legítimo, de um autor que viveu sua vida em prol de sua obra.  E não mais que isso, torna Erik Larsen o autor mais longevo dentro de um título corrente nos quadrinhos, nem mesmo Stan Lee passou tanto tempo a frente de um mensal. Larsen nunca entregou a outra equipe criativa o personagem que surgiu ainda em sua infância. Parabéns Larsen, parabéns Savage Dragon, que venha muito mais. Segundo o autor ele já pensa nas próximas 200 edições !!!



Projeto de um conterrâneo na tradução de Savage Dragon (parado em 2011) vai até a edição 75. Savage Project

Piada de Peter David com Hulk imitando Savage Dragon





















 Capa da edição 200 de Savage Dragon que sai este mês com homenagem a Jack Kirby