Quadrinhos, Heróis e a vida


Sabe eu sempre tive um relacionamento de amor e ódio com alguns heróis dos quadrinhos, um deles era o super homem, normalmente mal utilizado por roteiristas seu modo de ver da supremacia americana entre outras me irritavam, mas tinha algo que até mesmo eu podia perceber era sua importância como um personagem icônico,apesar de tudo o super era o mesmo,com uma personalidade única dos outros heróis,me lembro nos anos 90 quando as bancas estavam cheios de heróis violentos e que desprezavam totalmente a vida humana (muito parecido com grande parte dos ditos heróis dos quadrinhos atuais e dos animes e mangás)surge o reino do amanhã uma das historias mas vendidas e aclamadas nas HQs

Onde todos os heróis eram anti heróis, onde todos os vilões foram mortos, mas o que aconteceu depois? Os próprios heróis se tornaram ditadores alheios as leis e a moralidade aterrorizando as pessoas, até que o super homem sai do seu exílio, já que ele se isolou do mundo que aceitou esses novos heróis,vemos super homem matar Clark seu lado humano e ser totalmente super homem(como muitos falam que ele deveria fazer) e aos poucos trilhar um abismo quando ele perde totalmente a esperança na humanidade e é preciso um homem comum falar dele do seu maior poder que é “saber a coisa certa a ser feita” no momento que ele se torna mais “super” do que “homem” ele perde esse poder...


Mas não é isso que lidamos todos os dias? Especialmente no Brasil,que deveríamos ser “os espertos” que deveríamos passar por cima do que acreditamos,mas ao mesmo tempo não é isso que criticamos da policia,que vive em um país que os despreza e os acha incompetentes por cumprir ordens e fazer o que o ESTADO manda? E que acaba sucumbindo a brutalidade?

Muitos falam que a moral  do super homem é irreal,assim como Batman e outros heróis da ficção pelo seu comprometimento pelo que acreditam,mas existem muitos (poucos comparados a grande maioria) na vida real que lutam no seu dia dia mesmo sem serem famosos para ajudar as pessoas, vejo grupos que a maioria das vezes são vistos com desprezo ou chamados de ladrão ou que  muitos dizem fazer lavagem cerebral  ajudando pessoas, claro que a maioria vive no anonimato porque a idéia é fazer as pessoas não acreditarem em nada,não lutarem por nada


No momento que seus heróis viram apenas brutamontes ou pessoas que brigam sem motivo existe algo de muito errado, hoje ser herói é simplesmente ir contra o sistema ou bater em alguém ou algo, jogam um grupo contra o outro quando poderíamos todos nos unir para mudar e moldar o mundo em que vivemos, basta acreditar e viver o que você acredita

Pois a maior virtude de um  herói não são seus poderes mas sua capacidade de continuar lutando por aquilo que acredita,para fazer isso não precisa ser perfeito mas sim uma pessoa que acredita em algo,talvez seja a mais fundamental mensagem dos quadrinhos que a maioria das pessoas ignoram,inspirar as pessoas a serem o que realmente são e continuarem acreditando no que acreditam não importa como seja o mundo ou no que ele acredita 


Para mim ser um herói não tem haver com poderes,basta ser um homem ou uma mulher que acredita em algo e vive pelo que acredita,mesmo que as vezes cometa erros,fazendo isso você vai ter mudado o mundo mais do que imagina,ser um herói não é fazer as pessoas acreditarem em você mas lembrar as pessoas que elas podem viver aquilo que elas acreditam

Quem diria que sentiria saudades do antigo super homem, saudades dos antigos heróis,mas ainda bem que tenho heróis que posso ver e conversar que são meus amigos,minha mãe,minha irmã e outras pessoas que vou conhecendo pelo caminho da minha vida e vou conhecer ainda,espero que todos tenham também seus heróis dentro ou fora das revistas

Confira Também...

0 comentários