10

Review do Episódio 10 da primeira temporada de The Flash e seu Calor Absoluto


Uma das séries de super heróis mais aclamadas da  atualidade é THE FLASH da CW, uma série que vem sendo desenvolvida em um notável crescente de trama e empolgação, e apesar do seu começo lento veio ganhando dinamicidade e velocidade nos episódios mais recentes.

Flash ganhando velocidade durante os episódios da série.

[SPOILERS] Apesar de seu plano de fundo pseudocientífico o episódio mais recente da série (E10S01) foi bastante sofrível tanto na coerência quanto na interpretação de alguns atores. Em um dos momentos do episódio Cisco diz que enquanto a pistola de gelo do Capitão Frio atinge o zero absoluto a arma do famigerado e péssimo ator Onda Térmica alcançaria o máximo absoluto, ou seja a temperatura de Planck.

Planck - Físico alemão pioneiro no estudo do "calor absoluto"


Quando se fala na Temperatura de Planck adentramos a um campo bem teórico da fisica, mas resumidamente, essa temperatura seria o máximo plausível que se poderia alcançar, chegando a  incríveis 141 x 10³⁰ graus Celsius (ou seja 141.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000 graus) o que emitiria radiação de frequencia altíssima e poderia chegar perto de criar um buraco negro formado a partir dessa energia conhecido como Kugoblitz.
No episódio supracitado, a teoria utilizada é que o Zero Absoluto neutralizaria a Máxima de Planck, chegando-se a máxima que nosso velocista favorito deveria fazer os dois vilões cruzarem os raios de suar armas, contudo, esse parecer é TOTALMENTE ERRADO, pois o que é quente e frio é uma mera definição sensorial dos seres humanos, variando de pessoa pra pessoa, como pode ser averiguado em qualquer lugar que possua ar condicionado e algumas mulheres para reclamar dele mesmo que o calor esteja mais alto do que o do sétimo circulo do inferno.
A unica forma de energia conhecida que pode reverter o zero absoluto é o calor homo-corporal de Shun de Andrômeda.

Logo, cruzando-se os feixes que induziriam o Zero Absoluto e A Máxima de Planck o que se conseguiria seria um meio termo abalizado (além de um possível apocalipse total, afinal Máxima de Planck é alguns milhões de vezes mais quente que o sol, enquanto o zero absoluto é tão gelado que paralisa todos os elétrons dos átomos), e qualquer um desses mataria instantaneamente o Flash.


Deflash matando no peito (e nas costas) os dois extremos de temperatura conhecidos pela humanidade.


Outro problema do episódio é que os atores escolhidos para o Capitão Frio  e Onda Térmica foram reaproveitados do Prison Break e são uma verdadeira piada, sendo o ilustre Dominic Haakon Myrtvedt Purcell um ator tão sem expressão que deixa nosso amigo Arrow parecendo concorrente ao Oscar de melhor ator.

Dominic Haakon, o ser desprovido de expressões que interpreta o Onda Térmica em The Flash.











Este foi um recomeço realmente triste para a série, estimamos votos de melhora para os próximos episódios.

Confira Também...

0 comentários