Conto: Na Floresta Escura - Capítulo 8

Capítulo 8 - Ataque na Escuridão

Caminharam. A jovem estava em sua guarda e Vaughan não tinha certeza se queria levá-la consigo.Talvez Isabel fosse útil, em algum momento, mas ele achava que seria mais uma distração. Obrigaram-na a guia-los até seu vilarejo. Ela ia na frente, amordaçada e presa por um pano que servia de corda e os cavaleiros a seguiam. Não suportavam mais a floresta. Precisavam de respostas. E precisavam agora. O cenário não se modificava muito. Hora ou outra uma grande pedra diferente se apresentava pelo caminho, mas no geral eram só árvores grandes, sombrias e parecidas. No meio da escuridão com a qual já quase haviam se habituado, algo finalmente se apresentou. Uma luz laranja ou amarelada, talvez gerada por fogo, se apresentava entre as árvores. Vaughan fez sinal de silêncio. Entregou a jovem à Ariosto e se esqueirou entre as árvores ara ver o que se tratava. Caminhou cuidadosamente para não pisar em nenhum galho que servisse de alarme, embora praticamente fosse impossível identificar qualquer coisa na escuridão. Se posicionou atrás de uma planta grande entre duas árvores. Pode ver uma fogueira e ao redor dela, quatro daqueles homens da floresta (um, o que estava de costas para a planta onde Vaughan se escondia, obviamente só podia ter sua silhueta visível). Esta era uma ótima oportunidade para conseguir informações.

Vaughan retornou cautelosamente a seus companheiros. Falou em volume muito baixo:

-Há quatro daqueles homens que levaram o rei. Se os derrubarmos, poderemos chegar até ele.


Lamar respondeu:

-Vaughan, esta jovem pode nos levar até sua vila e nos indicar a direção para sair daqui. Vamos deixá-los e seguir.

Vaughan novamente estava pensativo, como de  costume ao ouvir seus companheiros. Considerava os caminhos aos quais as duas decisões poderiam levar. Olhou a jovem. Observou-a por alguns segundos. Olhou para seus amigos e novamente pousou o olhar na jovem, onde ficou por algum tempo mais.

Os quatro homens da floresta estavam conversando em seu dialeto.Comiam a carne de algum lagarto bem grande que pairava em cima da fogueira na qual se aqueciam. Estavam distraídos. Talvez perdidos. Talvez descansando de alguma missão para seu terrível chefe. Foram surpreendidos por uma garota que caiu, como que arremessada na direção deles. A jovem ruiva havia sido jogada em cima do grupo. Eles se levantaram e foram para cima dela como leões para cima de uma lebre. Estavam para abatê-la, os quatro guerreiros saíram de entre as árvores. Ariosto, Lamar e Wallace se encarregaram de eliminar três deles. Já Vaughan, apenas feriu o que sobrou. Ele seria, sem dúvidas, interrogado. Vaughan ouviu então Wallace gritar e correr para as árvores:

-A jovem! Ela escapará!


-Ela escapou! -disse Lamar, antes de se embrenhar na floresta atrás de Wallace e da jovem.

Ficaram ali Vaughan, Ariosto e o homem da floresta. Seus olhos eram escuros e seu nariz, achatado. Vaughan logo tratou de imobilizá-lo. Após isso, o jogou no chão, sentou-se em frente a fogueira e disse para a criatura:

-Não sei se me entende, mas vou perguntar uma vez e quero respostas claras. Onde esta o homem que vocês sequestraram?


Continua...

Confira Também...

0 comentários