O horrível piloto da Liga da Justiça de 1997

    Bom , esse post é mais um daqueles que remoem coisas absurdas derivadas da mídia de quadrinhos. Já mostramos aqui 20 anos de uma decepcionante e cômica trajetória para o aracnídeo e o filme B sofrível do Quarteto que a Marvel pagou para queimar. Hoje temos mais um representante desta lista. Sim, em 1997 a CBS produziu um piloto da Liga da Justiça da América (pasmem), para uma série explorando o lado mais cômico do grupo (influenciada pela fase do Demmateis e do Giffen



       Bom eu não aguentei ver todo esse negócio, mas vamos lá, para ser sofrível e horroroso esse negócio tem que melhorar muito. A direção é de Felix Alcala, e traz no grupo da Liga o Flash, Ajax, Elektron, Lanterna Verde, Fogo (Beatriz da Costa) e Gelo contra a ameaça de um vilão que controla o tempo chamado de Dr. Eno - não bastasse você terá mesmo que tomar ENO para passar o embrulho de ver esse filme.    Por motivos óbvios a produção deixou de lado os principais personagens da editora (ainda bem).



      Alcala dirige uma bagunça que tenta misturar ação e comédia, mas se confunde, o roteiro é tosco e mostra  que não foi feito por quem tenha um mínimo conhecimento do material.  Gelo desconfia que sabe quem é o vilão que vem provocando disfunções temporais em New Metro. O inicio da trama mostra os personagens em ambientação solo até se reunirem efetivamente.  O que dizer da produção, efeitos especiais de terceira, feitos no paint, Flash com uma roupa de borracha, um Lanterna Verde irreconhecível que parece mais um cosplay vindo direto das entranhas do inferno. Ajax barrigudo e um arremedo mal feito do Mascara. E claro, eles usam um pé de cabra para arrombar um portão. Os heróis mais fortes da terra !!! O que mais impressiona nessa história é que o SBT já passou esse negócio em terras brasileiras.







Se você se responsabiliza faça o download do filme cuidado cenas fortes aqui





Confira Também...

0 comentários