Depois dos quadrinhos agora é a vez de Dumbo se adaptar aos novos tempos

Anunciado como diretor da adaptação com atores reais do clássico "Dumbo", da Disney, Tim Burton já tem uma desafio pela frente. Ativistas da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), organização que defende direitos dos animais, fizeram uma carta aberta para o cineasta pedindo para que ele alterasse o final do filme original na nova produção.

"O jovem elefante e sua mãe podem ter um verdadeiro final feliz seguindo suas vidas em um santuário", sugere a carta. No final da animação de 1941, Dumbo, o elefante voador, se torna uma celebridade por conseguir voar com suas orelhas de tamanho acima da média, se reencontra com sua mãe, e eles passam a viver em uma luxuosa cabine de trem do circo.
Lisa Lange, vice-presidente da PETA, disse que o filme mostra o elefante "aprisionado e abusado pela indústria do entretenimento". "Nós amamos o Dumbo original por contar a história do abuso devastador que elefantes sofrem nos circos, e esperamos que você (Burton) mantenha esse tom no novo filme", escreveu Lisa.

Ainda não é claro se Button usará elefantes reais, computadorizados ou ambos no novo filme, que não tem data de lançamento confirmada. A expectativa é que a produção siga o estilo de outros live-actions recentes da Disney, misturando efeitos especiais com atores reais, como em "Cinderela", que estreia no próximo dia 26, no Brasil.
Relembre os minutos finais do "Dumbo" original:
fonte o globo

Confira Também...

0 comentários