A historia dos confrontos entre Batman e Superman

A historia dos confrontos entre Batman e Superman

Parte 1 Origens
Com o surgimento do Super Homem, os EUA adentravam em um novo tipo de mídia, ficou claro com o sucesso do personagem e da editora que o publicava que era necessário criar outro personagem quase tão icônico quanto esse.

Havia um grande problema nisso, se o Superman havia mudado as regras da definição de um herói e sua popularidade era destruidora, como criar um personagem tão icônico quanto ele?

Em um esforço da editora para conseguir essa resposta dois artistas aceitaram o desafio Bob Kane e Bill Finger, apesar das inúmeras modificações que o personagem sofreu durante os anos uma coisa permaneceu que foi a origem do personagem.

Ao contrario da quase divindade Superman que obtinha poderes muito além dos mortais e via o mundo com olhares de esperança, Batman era apenas um mortal, uma pessoa comum que sofreu uma grande tragédia pessoal ao testemunhar a morte de seus pais em sua frente vitimas do crime.

Para entender melhor sua origem devemos rapidamente voltar para a época em que ele surgiu, os EUA estavam longe de ser um potencia mundial tão poderosa quanto hoje e o crime assolava o país devido a crise financeira.

O medo da guerra e os problemas econômicos agravaram a situação do país, porem de certo modo observando a situação Batman também representava a esperança, pois ele era um mortal comum que se dedicando e usando de tecnologia tentava fazer a diferença, longe de na época ter todos os aparatos que tem hoje, seus equipamentos eram tecnologias acessíveis para a época.

O trunfo do Batman era sua inteligência, força de vontade e é claro seus recursos financeiros, além de combater o crime de Gotham em uma de suas primeiras historias já era colocado que ele era um filantropo e possuía diversas fundações para ajudar os pobres e menos afortunados de Gotham, algo que o Super Homem com todos seus poderes era incapaz de fazer com tanta eficiência.

Super Homem era o homem do amanhã, alguém que vislumbrava o futuro da humanidade com esperança, já Batman era uma figura atormentada por seu passado incapaz de deixar seu trauma para trás.

Apesar de ambos terem um entendimento de como a vida é frágil, Super Homem decidiu não ter uma visão sombria do mundo e ao invés disso ele focava na esperança de um futuro melhor, guiando e ajudando a humanidade.

Quando a popularidade de ambos se tornava igual, até mesmo em momentos Batman tomando o lugar do super homem como o personagem mais popular dos quadrinhos, se tornou inevitável que eventualmente ambos os personagens iriam se encontrar e para maior delírio dos fãs se enfrentar.

Durante o final da década de 50 e inicio da década de 60 com a caça as bruxas dos quadrinhos, muitas vezes já citadas, os quadrinhos começaram a desaparecer completamente, muitas editoras faliram e acabaram sendo incorporadas pela editora que viria ser a DC COMICS, apenas poucos heróis como Batman, Superman e poucos heróis sobreviveram a essas mudanças.

A sobrevivência de Batman e Superman na época se deve além de sua popularidade aos eventos que aconteceram em Superman 76 em 1952, essa historia ainda não apresentava um confronto, mas sim uma parceria, a primeira oficial entre os dois personagens, além de um sucesso de vendas em uma época de crise, essa historia conseguiu aumentar mais ainda a popularidade dos dois personagens.

Nessa historia além deles se encontrarem pela primeira vez, ambos revelam suas identidades um para o outro, essa historia geraria a revista World Finest onde seria focada entre os encontros de ambos os heróis, onde juntos combateriam o crime.

Essa simples premissa levou a revitalização dos quadrinhos e com o sucesso da revista a Marvel inspirada nisso voltaria seu universo onde os heróis viviam se encontrando em suas historias.

Porem com o selo dos códigos dos quadrinhos durante a caça as bruxas aos quadrinhos modificou o tom das historias, que eram um pouco sombrias para o pastelão completo.
O Super Homem não sofreu tantas mudanças, mas Batman sim, mudando de um personagem sombrio, para uma figura pastelona e infantil.

Apesar de tudo isso quando os quadrinhos voltaram a ressurgir com uma mídia respeitada anos mais tarde, Batman pouco a pouco foi voltando a sua essência, mesmo os politicamente corretos da época tendo em vista a sociedade durante a guerra fria e a desilusão de uma crise atômica permitiram que historias sombrias não só fossem aceitas, mas bem vistas pelo publico e geral e os críticos da mídia dos quadrinhos.

Essa mudança bem como um universo melhor estruturado com a Crise das Infinitas Terras conseguiu o que os fãs esperavam por décadas em conseguir a visão de um Batman e Superman diferentes e é claro ver finalmente um confronto entre os dois personagens.
Parte 2 Confrontos

Em fevereiro de 1986 nos últimos momentos dos eventos de Crise das Infinitas terras, o então estreante Frank Miller iria apresentar algo que os fãs há muito tempo esperavam, mas que também levaria um tom a qual os quadrinhos começariam a ser respeitados como obras pelos críticos de literatura em geral.

O Cavaleiro das Trevas surgiu inicialmente apresentado como uma mini serie  fechada sem continuação ou continuidade, mas que ao mesmo tempo se adequava as mudanças sociais que os EUA estavam passando nessa época, mostrando um batman envelhecido de 50 anos de idade que iria sair de sua aposentadoria como herói em um mundo onde seus valores eram considerados ultrapassados.

Uma Gotham infestada pelo crime, onde todos os policiais, mesmo os honestos como o Comissário Gordon eram vistos como os vilões pela sociedade e a a visão de glamour das gangues criminosas pela juventude  revelavam a desilusão de uma sociedade sem esperança e o retorno do Batman simboliza nessa era o retorno de antigos valores já esquecidos.

Na historia Batman enfrenta a todos, de criminosos de rua, políticos e até supervilões, eventualmente no ápice da historia Superman enfraquecido após a explosão de uma bomba nuclear é pressionado pelo governo para confrontar Batman.

Apesar da batalha ser focada no Batman usando os recursos que possui incluindo a ajuda de Robin e do arqueiro verde, a luta é apenas uma metáfora para as diferenças ideológicas entre os dois personagens, ela aproveita os momentos de ação para jogar diálogos ao leitor, obrigando ele a prestar atenção nas visões não só de vida, mas politicas dos personagens.

Essa historia não é só considerada uma das melhores historias do Batman, mas também da indústria dos quadrinhos como um todo, mesmo até hoje apesar de todas as perseguições ao autor Frank Miller por causa de suas visões pessoais do mundo a obra continua intocada pelo tempo, sendo reaproveitada por todas as gerações, inclusive atualmente na indústria de filmes.

Com o sucesso dessas historias DC que é uma editora conhecida por não focar em crossovers desenvolveu no universo Pôs crise maneiras de haver confrontos entre os personagens sem ser forçado e sim com alguma fundamentação através das crenças pessoais dos dois personagens, o que fez o confronto entre os dois personagens se tornar icônico.

Talvez um dos mais odiados e amados confrontos de Batman e Superman tenha sido durante a saga Silencio de Loeb, onde Batman não só confronta sua galera de vilões inteira, como também um Super Homem controlado pela Hera Venenosa levando  a uma vitória esquisita do Batman ao entrar em um túnel e confrontar o Superman usando um anel de kryptonita, ao mesmo tempo que Mulher Gato usa Lois Lane como refém para atrair a atenção do Super Homem.

Após ser espancado e ver Lois sendo jogada, Superman sai do controle mental e resgata Lois Lane em um dos momentos mais forçados que vi nos quadrinhos.
Mais tarde a DC lançaria o arco Torre de Babel onde os planos de derrotar seus companheiros da liga da justiça seriam pegos por Ras al gul e utilizados para derrotar a liga da justiça, meio que mostrando que o Batman poderia derrotar qualquer membro da liga da justiça com o seu famoso “preparo”.

Mais tarde outra saga bastante amada e criticada chamada Inimigos Públicos também de Loeb, mostraria algo parecido, porem com Superman e Batman como aliados contra os outros heróis da DC.

Depois dessa fase a DC deixou os personagens se confrontando, mas nunca se enfrentando mais diretamente, apenas debatendo sobre suas convicções, mas isso mudaria mais tarde.
Com o Reboot da DC e dos novos 52 diversos confrontos entre Batman e Superman aconteceram, em especial nos seus primeiros encontros, com a continuidade dizendo que esse seria seu primeiro encontro, o confronto mostrou um Superman muito mais sanguinário e um Batman muito mais despreparado levou a curiosidade dos novos fãs.
Apesar dos inúmeros confrontos dos personagens em diversas mídias o conflito entre os dois e o eventual embate físico continua sendo um dos momentos mais icônicos dos quadrinhos de super heróis.

Muitos podem achar ridículo um homem comum contra um ser como o Super Homem, porem o simbolismo de seu embate ecoa em uma premissa nas historias em quadrinhos de super heróis que é muito esquecida, de que os quadrinhos de super heróis são contos de fadas modernos com sua própria mitologia e regras, deixando que o recado de que não se deve mudar isso, mas aceitar ou a própria magia dos quadrinhos de super heróis se destrói, caso não goste simplesmente procure outro tipo de quadrinhos e deixem o super heróis de lado.


Espero que tenham gostado e ufa conseguido ler isso tudo.

Confira Também...

0 comentários