Empresa japonesa da Nintendo é criticada por usar mão de mulher branca em Super Mario Maker

Após ser convidado pela Nintendo para experimentar o novo Super Mario Maker na cidade de Nova York, nos EUA, um repórter do Business Insider chamado Bem Gilbert reparou em uma característica do jogo que causou estranhamento. O jornalista reparou que todos os movimentos executados por ele na tela do controle do Wii U usado nos testes apareciam na TV sendo imitados pela representação da mão de uma mulher com pele na tonalidade branca.


Gilbert estranhou a situação, já que, embora seja “um cara branco”, seus dedos estariam “longe de ser longos e magros” como os que apareceram no display do televisor que exibia o jogo. “E se eu fosse, digamos, uma garotinha negra de 10 anos? Ou um homem japonês de 30? Ou literalmente qualquer outra coisa além de uma mulher branca adulta (que é a quem a mão parece pertencer)?”, indagou o repórter em seu texto.
Segundo o jornalista, o fato da casa do Mario ser uma empresa importante no mercado de games e costumar se esforçar para ser inclusiva, seria de se esperar que tivessem pensado nessa questão. “Quando perguntei para os representantes da Nintendo sobre a mão e se ela poderia ser mudada, eles confirmaram que isso não seria possível. Eles também reagiram com surpresa ao fato de não haver uma opção para substitui-la”, explicou o Gilbert.
Fonte: Business Insider/Ben Gilbert

Confira Também...

0 comentários