Resenha sem spoilers do Homem Formiga


(Leia isso com sotaque mexicano)

-Eu tenho uma dica, uma dica quente!


-Você quer saber quem me deu essa dica?

-Foi um velho amigo meu, que conhece uma garota, que tem um primo que trabalha como entregador de óculos 3d no cinema...


- Se eu tenho certeza do que eu “to” falando?

- Quando eu falei com ele, logo fui entrando na fila do cinema, lembro muito bem da pipoca, era salgada e gostosa, tinha manteiga, fora que a segunda metade era doc...


- Me ater aos fatos importantes? Ok, vou tentar... enquanto eu comia a pipoc...ok, desculpa, o filme! A dica quente é o filme!

(Pode parar com o sotaque)

O Homem Formiga! Quantas dúvidas pairavam na nossa cabeça a respeito desse filme? Muitas! Se ele respeitou de alguma maneira as histórias apesar de ter tirado nosso anta-man dos vingadores? Creio que sim!

Sem muitos spoilers, Hank Pym foi inserido em um núcleo de personagens que tem sua própria importância no universo cinematográfico Marvel, e o fato dele permanecer de certa maneira abaixo do radar é justificada no filme. Desta maneira não fica parecendo que o personagem foi inserido às pressas no meio da história!
A história do filme não insulta o espectador, não mastigando excessivamente as informações, sendo dinâmica e engraçada ao mesmo tempo. 
Apesar de contar com um GRANDE número de piadas assim como de A Era de Ultron, a imensa maioria delas não parece forçada, como pareceu no último longa dos Vongadires.
Todos os personagens introduzidos no longa tem sua importância ou finalidade imediata, fazendo ligações a longo ou curto prazo que se justificam, e até mesmo as pequenas formigas ganham seu destaque, logo, num filme que tinha tudo pra dar errado a Marvel mandou MUITO bem!

Abrindo um parêntese especial aqui, o trabalho do Michael Douglas, Paul Rudd e (pasmem) Michael Peña está de parabéns! Todos os personagens surpreendendo nos seus momentos mais íntimos e pessoais, com atitudes muito humanas e sinceras, realmente, um trabalho muito agradável que passa a mera competência, demonstrando talento e vontade para o que faziam no longa.

Sem querer aumentar essa rixa toscas entre os fan-boys, mas enquanto a DC se esforça para endeusar e separar seus heróis, mais uma vez a Marvel os humaniza, torna carismáticos e intimistas. Enquanto O SUPERMAN destruiu uma cidade, o Homem Formiga se importa com as formigas sendo cada uma resgatada quando possível. Quem se parece com um “super”? Quem eu tenho vontade de ver novamente? Bom, ai fica a cargo do gosto de cada um, mas, esse filme, é muito bom!

Nota 8 ou 9 fácil! Parabéns para o elenco, e não que isso queira dizer algo, fiquei com vontade de chorar em uma parte especifica que o Toddy manja muito bem!

Confira Também...

0 comentários