Hora de rever: Veronica Mars


Lembro perfeitamente, era o ano de 2007 (ou 2008, talvez eu não lembre tanto assim), um verão típico do interior do RJ. Sabe, significa muito calor, alguns banhos de cachoeira com a galera e logo em seguida ficar deitado à tarde vendo TV, jogado em algum tapete vendo TV até a hora de sair à noite. Em um desses dias, um sábado às 15h, disso eu tenho certeza, liguei a TV na TNT. Cara, tinha uma loirinha muito gata em uma série legendada no canal que sempre estava passando algum filme, então só podia ser um canal exclusivo de filmes. Foi paixão à primeira investigação! Era a terceira temporada de Veronica Mars.

Eu estou acostumado a assistir séries dubladas, na verdade até prefiro quando sei que a dublagem está bem feita, mas na boa, uma coisa no título basileiro me incomoda: "Veronica Mars - A Jovem Espiã". Aaah, cara, qual é o problema desse povo? Primeiro que ela é detetive, não espiã! Eu tento encontrar

sempre o melhor lado do ser humano e numa dessas a explicação do "A Jovem Espiã" me veio direto do mundo da minha imaginação. "Só pode ser para as pessoas que não conseguem pronunciar o Mars, elas tem que ter um título pra se apegar!" mas na boa, com tantos títulos toscos de séries (que só precisavam de uma tradução ou pequena adaptação) cheios de subtítulos ridículos, essa minha tese perde o crédito comigo mesmo. Tá, eu finjo que me engano, eu finjo que acredito, série que segue.

"Veronica era uma das garotas mais populares da escola, até sua melhor amiga Lilly Kane ser assassinada e seu pai, o xerife Keith Mars, transformar Jake Kane, o pai de Lilly, no principal suspeito. Após o bilionário ser inocentado, o escândalo custou o emprego de Keith, sua casa, sua mulher e toda sua credibilidade com os moradores de Neptune. E é assim que se inicia a série, com uma Veronica abandonada pela mãe, sem amigos, deixada sem muitas explicações por seu namorado, Duncan Kane, irmão de Lilly e atormentada por não saber quem assassinou sua melhor amiga.

Durante o dia, Veronica continua lidando com a rotina na escola como qualquer outra garota normal. Com a ajuda de Wallace Fennel, um novo aluno da escola, ela bravamente enfrenta suas aulas e seus ex-amigos, como Duncan e Logan Echolls, além de outros garotos mais problemáticos, incluindo Eli "Weevil" Navarro e sua gangue de motociclistas.

Após a escola, Veronica ajuda seu pai em sua firma de investigação particular, fazendo espionagens para seus clientes numa tentativa de descobrir os maiores segredos dessa litorânea cidade da Califórnia, enquanto estuda matemática e procura por pistas que possam limpar o nome de seu pai." (Sinopse da Wikipédia).


Bom, meus amigos, Kirsten Bell é gata, muito gata. É parecida com umas minas que eu me apaixonava fácil na época do colégio, toda bonitinha e tals. Bom, gosto da interpretação dela. Apesar de não oferecer nada de genial, Bell é competente ao mostrar todas as caras e bocas que Veronica faz pra chegar onde quer. A série tem aquele tom de jovens enlouquecidos fazendo bizarrices, sendo idiotas, sendo babacas, encontrando redenção, amadurecendo, bom, sendo jovens. Tem boas surpresas, como por exemplo uma coisa que eu sabia que acontece (por ter visto a terceira temporada primeiro) mas não sabia como acontecia. Quando rolou, eu falei "Caralho! Que louco!"

Para mim, a série veio em uma época em que o mimimi não era tão grande, a internet tinha lá poder de mudar as coisas (como o caso da Arwen, em O Senhor dos Anéis, lutando ao lado de Aragorn,. Isso foi retirado do filme após o mimimi. Neste caso salvou o filme) você podia gostar das coisas e ninguém ia cair em cima reclamando que você gostou, como uma torcida fanática de futebol. Era simples: você assistia. Se gostasse, gostou, se não gostasse, não gostou. E eu gostei. Não tem aquela vibe pseudo-sombria das séries mais puliça. Tem uma clima leve, com bastante humor e boas sacadas. Uma pena que só tenhatido 3 temporadas (ou talvez isso tenha salvado a série de cair no limbo das séries longas). Vale a pena rever!

Tem um filme ("Veronica Mars", 2014) que dá uma relembrada de tudo na série, mas na boa, aconselho só assistir depois de ver pelo menos a primeira temporada.

Reassistindo desde o início!

Confira Também...

0 comentários