Obra de ficção cria 'liminar' e vira alvo de investigação da PF


U
O escritor Ricardo Lisias nunca esperaria ser investigado pelo Ministério Publico por resolver usar Marketing viral de seu livro, nas redes sociais e no livro ele usa documentos verdadeiros mesclados com informações fictícias para dar mais realismo ao seu livro " Delegado Tobias".

O problema foi que o Ministério Publico não entendeu a referencia e acionou a Justiça Federal, que passou a bola para a policia acusando o escritor de falsificar documento publico, mas espere a coisa piora mais ainda, os próprios policiais que estavam investigando tentaram explicar a situação, e mesmo assim o Ministério Publico insistiu alegando que "o leitor médio não entenderia a diferença entre a ficção e a realidade na obra", no trecho citado do livro envolve um relator corrupto do Ministério Publico que resolve retirar o livro do "Delegado Tobias" de circulação.

Confira Também...

0 comentários