Episódio G Assassino, agora é a vez do Shiryu salvar o Seiya!


Então, caros leitores, a continuação do Episódio G, o Episódio G Assassino, continua de vento em polpa. E se o pessoal reclamava do traço do Okada no primeiro arco, nesta continuação ele está se superando em termos de poluição visual numa mesma folha de papel.
Pra quem não sabe, nesta continuidade, por alguma razão alguns cavaleiros de ouro são mandados para o futuro onde enfrentam alguns novos inimigos e os lendários cavaleiros de bronze, estes por sua vez, já viraram hominhos e até trabalham para pagarem suas contas.

Praticamente um Seiya Safadão!

Depois de muita enrolação, no capítulo 42, Seiya aparece na nova história e já vai quebrando o pau com um inimigo chamado Sigurd (uma versão nova do Sigfried). Como de costume, o cavaleiro de Pégaso apanha igual mala velha e ainda tem o seu coração atingindo.

Se você consegue entender o que está desenhado ai, parabéns. Você é um gênio!

Sim, queridinhos, o Seiya tomou uma trauletada daquelas e aparentemente o seu coração parou de bater. Tudo parecia perdido para o velhote de Pégaso, mas como todos sabem, em Saint Seiya, todo coração pode voltar a bater se receber o mesmo golpe do outro lado. E quem poderia fazer isso num momento tão importante? Quem? Quem? Porra, aquele que teve o coração perfurado mais vezes que as namoradas do Kid Bengala, é claro que estou falando do Shiryu de Dragão!
É isso mesmo que aconteceu, lembrando de quando Seiya o pegou por trás, Shiryu vê a oportunidade de dar o troco e acerta o Pégaso em cheio pelas costas. Vejam vocês

Um dia da caça, outro do caçador!

O que vosmecê acha desta quase suruba? Putaqpariu, como é alguém entende o que está desenhado nesse negócio? Bom, admito que ainda não entendi bem o enredo dessa história. Sempre que envolve viagens no tempo, acaba sendo um pouco mais complexo, e às vezes parece que nem o autor sabe direito o que está acontecendo! 
Quanto ao Shiryu golpear o Seiya por trás (que delícia?), acho que foi mais uma homenagem do Okada para a série clássica. O ato em si é meio sem lógica, mas, coisas sem lógica são praticamente o sobrenome do Mestre Kurumada. Este novo arco ainda não está sendo publicado em terras nacionais, se alguém quiser acompanhar, tem que caçar pela internet mesmo! Valeu

Confira Também...

0 comentários