Crítica: Creed


Emoção. Emoção é tudo o que tem movido Stallone recentemente. "Ain, é o dinheiro, Renan" Lógico que o motivo principal da maioria dos filmes serem feitos é o dinheiro, mas na boa, tem blockbusters c
om motivações incríveis por trás. Eu digo que o que tem movido Stallone é a emoção por causa de dois de seus projetos: Rocky e Mercenários. Começando pelo segundo, o projeto foi à frente pela emoção de ver todos os heróis do cinema de ação unidos. Até o Chuck Norris está presente! Swcharzeneger e Stallone juntos, compartilhando a tela do cinema, cara... esse cara sabe o que faz. O primeiro, Rocky, é sobre lutas, mas não apenas no ringue. Lutar por amor, lutar para viver, lutar contra si mesmo... e um personagem tão forte, tão carismático, com tantos altos e baixos na vida. E aí, com a experiência do próprio Stallone, seu maior personagem também fica mais experiente e nos ensina lições incríveis. Sim, estou falando daquele discurso. Aquele que Rocky diz que nada nem ninguém vai te bater tão forte quanto a vida, que ela vai te colocar de joelhos, mas o que realmente vale é a sua força para se levantar e não ficar prostrado. Isso é emocionante para caralho.

Agora Rocky Balboa retorna para nos dar mais uma lição. Para ensinar que você tem que ter orgulho de quem você é. Para ensinar a não desistir. Para ensinar que é doloroso ver as pessoas que você ama partirem, mas você tem que se manter de pé. Para ensinar que você também pode perder a fé às vezes, mas quando você deposita sua confiança em outras pessoas, elas não deixam você cair. Emoção. Emoção para caralho, o tempo todo. Deuses, como um filme sobre boxe pode ser tão emocionante? A resposta é simples: o boxe, as lutas são só uma justificativa para Stallone estrair de nós o que há de melhor em nós mesmos.



Não é o melhor filme do Rocky e nem precisa ser, porque não é um filme do Rocky, acho que esse posto fica com o sexto filme do boxeador (é, o discurso deixa "Rocky Balboa" no meu top). Aquele foi o apogeu. Eu não consigo imaginar um novo filme com Rocky como protagonista. Acho que a luta em "Rocky Balboa" foi realmente o último ato do campeão. Mas ainda assim, eu não tinha a impressão de que esse filme era uma passagem de bastão para um novo herói (apesar de ser!), a impressão que tinha é que é um filme sobre treinamento e superação e nada mas que isso. Mas o final... não vou dar spoilers, mas sério... o final deixa muito evidente que é hora de um novo lutador dar prosseguimento à essa grande história.


Stallone, você criou um mito. E agora está criando outro.

Confira Também...

0 comentários