Modinha é igual a colesterol!

 Olha, taí uma coisa que irrita bastante hoje em dia. Não, peraí, você pode estar pensando que vou falar que os modinhas são um câncer a ser combatido e tal, mas não! 
E sim, eles são um câncer! Mas assim como o colesterol, existem dois lados dessa porcaria aí: Um bom e outro ruim!

Ninguém tem obrigação de seguir modinhas, mas também qualquer um tem direito de segui-las!!


O exemplo mais recente de modinha pode ser visto nas redes sociais, nas ruas, até na sua casa. Sim, estou falando de Deadpool. O filme é inegavelmente um sucesso. Pode-se dizer que quebrou muitos paradigmas (ok, estou forçando um pouco a barra aqui...) dos atuais filmes de heróis. Tá, vai ter gente pensando: "Mas Quincas, não é um filme de herói! é um filme de ANTI-herói!!"

Sim, ainda vamos falar muito disso...

Foloda-se!!! Respeito sua opinião, mas a questão aqui é a modinha. Muita gente reclamando que surgiram uma caralhada nova leva de fans do personagem. E isso, de alguma forma, deixa os verdadeiros fans (?!) do Deadpool bastante chateados.

Sério que isso aqui já tinha fans naquela época?!

Grande parte das reclamações é feita por conta da ideia de que o cara só virou fã do personagem porque assistiu ao filme... (pausa pra respirar fundo)
Criança, presta atenção! Um dos objetivos em se fazer um filme com um personagem de quadrinhos é fazer com que as pessoas que não leem quadrinhos conheçam o personagem e tornem-se leitores. Quanto mais leitores, mais pessoas no cinema e depois ainda mais leitores.
 
Um fenômeno a ser estudado!

Mas estamos falando dos modinhas! Como eu disse no início, existe um lado bom e um lado ruim nessa história. Do lado ruim, acho que existe sim uma espécie de "apropriação da cultura nerd" por parte dos posers (esses sim são moninhas)! 
Um cara que nunca leu e nunca ouviu falar, assiste ao filme e depois dá uma lida na wikipédia, e ainda vem pagar de conhecedor, além de triste é muito errado. Esse sim é um comportamento que deve ser levado em consideração quando se pensa em "modinha".
Por outro lado, pra mim, um cara que nunca ouviu falar do personagem, assiste ao filme e depois sair em busca dos quadrinhos pra conhecer melhor esse personagem (ou procura um amigo leitor de quadrinhos), é uma coisa boa.

O pensamento é por aí mesmo...

Sou leitor de quadrinhos desde os anos 80. Eu era o único leitor da minha rua. era mesmo muito difícil conversar com alguém sobre quadrinhos. Quando surgia alguém que também lia, era muito foda! Mais foda ainda, era fazer alguém que não curtia quadrinhos entrar nessa furada jornada da aventura!
Quando os filmes de heróis se popularizaram, foi bem estranho, mas bem legal, um monte de gente surgindo e perguntando se nos quadrinhos os personagens eram assim mesmo, e outras curiosidades. 

O que estou querendo dizer aqui, é que devemos saber diferenciar o que é um novo leitor potencial e um babaca que quer pagar de sabichão. E isso não significa apedrejar o segundo, mas não afugentar o primeiro. 
O verdadeiro fã de quadrinhos sabe reconhecer isso, e de forma alguma irá negar compartilhar esse conhecimento com outra pessoa.





Esperamos firmemente, que o HQFan vire modinha...
...e possamos ganhar dinheiro!!

Confira Também...

0 comentários