Batman v Superman: Não me entendam errado, todavia...



Então, meus amigos, assisti ao tão comentado e aguardado filme do Batman com Superman. Antes de conferir por conta própria, li poucas resenhas. Queria ter uma visão pessoal antes de qualquer coisa.

Bom, lembro da época que estreou os Vingadores, e junto veio toda euforia com aquela inédita aparição conjunta de super-heróis independentes ( que não são um grupo originalmente). Foram elogios intermináveis e um consenso quase que total sobre as virtudes do filme. Pois é, mas nada como dois reais, para mostrar que um real é muito pouco. E foi com o lançamento do segundo Capitão América, que a Marvel percebeu que para ter a responsabilidade de dirigir e tomar conta dos seus maiores heróis e todo o seu universo cinematográfico, era necessário ser um diretor de verdade. Não bastava ser apenas um fã de hqs, tinha que saber dirigir e fazer funcionar todo o potencial que se tinha nas mãos; e isso, o Joss Whedon não sabia fazer. A Marvel entendeu que os irmãos Russo poderiam realmente colocar os seus personagens no patamar que eles mereciam. É claro que eles ainda pagaram para ver, permitindo que o Whedon dirigisse o questionável Vingadores 2; pobre Mercúrio. Bom, mas pelos menos a Casa das Idéias acordou a tempo e entregou a direção geral do universo dos cinemas para os irmãos Russo, e isso é muito bom para os fãs da editora.


Sim, mas se a Marvel percebeu e corrigiu o seu erro, o mesmo não podemos dizer da DC/Warner. Infelizmente para os seus fãs, a empresa entregou e confiou os seus principais heróis nas mãos de uma pessoa que realmente não sabe o que está fazendo. Exatamente, o filme Batman v Superman é isso, só mais um erro grandioso do Snyder.
Com toda sinceridade que possa existir, fui assistir ao filme com a empolgação moderada, ainda receoso pelo Man of Steel. Mas, ainda que você vá com um fio de credibilidade para com o filme, este vai se acabando a cada cena. Zack Snyder de fato tem um problema de grandiosidade. Quando alguém faz a piadinha de que ele quer ser visionário e fazer tudo melhor, Snyder mostra que não é apenas uma piada...infelizmente. Com certeza este diretor nunca ouviu o ditado: "As vezes, o menos é mais!"
Vejam, admito que não sou um expert em hqs como alguns membros do site ou outros por aí, mas eu também cresci lendo escondido as revistinhas do meu primo nos anos 90. Posso não ser especialista, mas conheço estes personagens desde a minha infância. E, de forma alguma, estes são os heróis que eu cresci lendo nas revistinhas da Abril. O problema é que o Snyder quer entregar um Batman melhor, um Superman divino. Os fãs não querem isso, só queremos o Batman e Superman que conhecemos desde sempre. O Batman, ainda que seu lado sombrio seja latente, o herói tem um limite moral e faz de tudo para não ultrapassá-lo, todavia, quando isso acontece, você sente a dor do personagem. Já o Superman, apesar de ser um alien, é sem dúvida o mais humano de todos os heróis da Dc, quiçá, de todas as editoras. E nem de longe temos as sombras destes dois no filme do Zack Snyder.


Não quero me alongar muito, para não ser chato e repetitivo. Não quero entrar em detalhes técnicos, pois tenho certeza que vocês já leram sobre isso em várias resenhas. Mas, as cenas em CGI estão bastante exageradas. A Mulher-Maravilha, que junto com o Batman do Ben Affleck foram as melhores coisas do filme, ficou tão carregada de CGI que parecia uma personagem engessada na luta contra o Doomsday. 
É uma pena para estes atores, que transpassaram uma verdadeira alegria e satisfação em interpretar estes personagens, serem dirigidos por uma pessoa que está aquém dos mesmos. O filme é cansativo. E não adianta essa história de que é um filme intelectual. Há uma grande diferença entre ser intelectual e cansativo. O filme não tem nada de intelectual, mas é cansativo de uma forma acentuada. 
Bom, torço para que, assim como a Marvel, a Warner perceba que precisa de um diretor de verdade para tomar frente do seu universo cinematográfico. Eles já encontraram os atores ideais, a trindade está muito bem representada com Cavill, Affleck e Gadot. Mas eles, e nem os fãs merecem um Snyder.
É triste para os fãs da DC/Warner, quando o filme do Homem-Formiga é mais heróico que o do Batman, Mulher Maravilha e Superman!


Sério, Warner, algumas atitudes devem sim serem copiadas. Façam igual a Marvel, tomem coragem e tirem esse poder do Zack Snyder. A Marvel entendeu que Joss Whedon não qualificaria e representaria o seu universo como este merecia. Se a Warner quiser chegar em algum lugar, precisará fazer o mesmo. É necessário! Valeu

Confira Também...

0 comentários