Justice League War - É quase uma incógnita do Chaves!



Sim, meus amigos, eu sei que o hype do momento é o filme Guerra Civil. Contudo, assim como a maioria de vocês, este que vos escreve ainda não assistiu ao novo filme da Marvel. Então, por enquanto, vamos falar de mais uma das animações da distinta concorrência, Liga da Justiça War.
Pois é, uma produção que já tem um tempo que estreou; Mas, o que posso dizer, tenho uma vida social!?

Então, essa animação em questão tem uma peculiaridade que precisa ser dita: "O filme parece que foi dirigido por duas pessoas diferentes!" Vamos entender.

A primeira parte da película é tudo que a Warner/Dc não fazia nas suas animações: Cenas arrastadas e chatas, diálogos sem sentido, cenas de lutas que até uma criança de oito anos faria melhor, e personagens totalmente descaracterizados como o Hal Jordan "alívio não cômico; Ah, também não existe roteiro algum.
Resumindo, a primeira metade da produção parecia o filme do Joel Schumacher em animação, com a adição dos outros personagens da Liga da Justiça. E sendo assim, não merece ser detalhada!

 
Colocaram o Hal Jordan do Reynolds nesta animação!

Se a primeira parte da animação é dispensável, a segunda parte consegue ser bastante interessante. Sério, fica a sensação que você não está mais vendo o mesmo filme. É impressionante a mudança de dinâmica. Logicamente, já está no meio da invasão do Darkseid, porém, o filme continuava chato mesmo depois da chegada do malvadão; A mudança ocorre mesmo após a captura do Super Homem. Daí em diante, parece que sentou outro diretor na cadeira principal e falou: "Deixa que dirijo essa porra agora. Pode não ter roteiro, mas chega todo mundo para trás porque o pau vai comer solto. O massaveísmo vai rolar solto, caralho!" E, de fato, foi isso que aconteceu. 
Se a primeira parte parecia um filme para crianças de três anos de idade, a segunda metade chutou o balde e deixou a porradaria comer solta. Simplesmente tivemos a Mulher Maravilha atravessando o olho do Darkseid com uma espada, depois a própria Maravilha sendo espancada com socos na cara pelo Rei de Apokolips, para em seguida vermos um dark Superman quebrar o pescoço de um dos vilões (injustice ou Snyder?) e rasgar muitos outros ao meio. De verdade, aquele não era o mesmo filme.

Pois é, mas nem o bom e velho massaveísmo pode com as incongruências do roteiro. E mais difícil que saber "qual cachorro come com o rabo," é saber como o Batman sobreviveu a um soco dado com toda força pelo Darkseid?! Este mesmo soco que, minutos atrás, tinha nocauteado o Superman. Será o Batman o verdadeiro Homem de aço?

Bom, para concluir o filme: O Darkseid, que naquele momento já tinha os seus dos olhos perfurados, foi enviado de volta para sua terra natal num tubo de explosão (é assim que chama?) criados, convenientemente, pelo Ciborgue. 
Depois disso, todos são homenageados pelo governo americano e resolvem criar a Liga da Justiça. Ah, o Shazam também está neste filme...mas ninguém liga para isso. Todos ficamos frustrados porque um raio não apareceu quando ele se apresentou falando o seu nome!

 
Porra!

O que vosmecê achou disso? Na época dos desenhos na tv, era difícil imaginar que a Warner/Dc cairia tanto com as suas animações. Nossa, é difícil saber qual é a mais chata entre essas mais recentes. É como se simplesmente tivessem esquecido como se faz. Como se eles não olhassem nem por um segundo para as animações Liga da Justiça sem limites ou Batman animated series.
Além de tudo isso, fica aquela sensação de você já ter visto, em animação, uma terceira formação da Liga da Justiça em menos de cinco anos! Até a próxima

Confira Também...

0 comentários