Game of Thrones S2 E6 - Segura a porta!


É, em português não fica tão emocionante.

Então, caros leitores, se os dois episódios anteriores foram bem mornos, o capítulo de domingo passado da temporada atual de Game of Thrones compensou tudo isso com muita ação, emoção e revelações.
Apesar do frenesi que viria a seguir, o episódio começa devagar, mostrando todo o imbróglio político nas Ilhas de Ferro e que o Theon será para sempre zoado porque recebeu o lico de cair pinto do Ramsay.
O Mindinho, aquela velho pedófilo, continua a sua peregrinação para dar uns beijinhos na Sansa Stark - se ele soubesse que ela tem os poderes da Fênix. Talvez o coroa volte a ter alguma chance, já que a própria Sansa não contou sobre o encontro para seu irmão, o Jon Snow. Falando no "ressurgido", Jon Snow continua com o seu receio de entrar em batalhas, mas desta vez pareceu um pouco mais animado ao saber que o Peixe Negro tem o seu próprio exército e que pode ajudar na luta contra os Boltons.
Ainda tivemos a conclusão do resgate da Daeneyers e a cansativa saga da Arya. Mais alguém muda de canal quando começa o plot Arya?


Pronto, depois de tudo isso, pareceu que tinha começado um novo episódio. Aquela caverna onde o Bran estava, que também era mais parada que o Polvo na frente do sexo oposto, ficou agitada e reveladora.
Tudo começa com o Bran dentro de mais uma visão, onde é relevado para o jovem Stark, que quem criou os Andarilhos Brancos foram os garotos da Terra do Nunca. Sério, aqueles moleques não parecem os genéricos do Peter Pan? Descobrimos também que Bran pode ser tocado, mesmo na sua forma "astral", e foi isso que aconteceu durante nesta visão. Depois de ser tocado pelo líder os Andarilhos, Bran volta e descobre que, graças a sua burrice, os Gelosos podem entrar na caverna e pegar todo mundo de jeito; não demora muito, e os inimigos chegam para invadir o local. Mostrando que a zoeira é maior que 8.000, Bran, ao invés de fugir com a rapaziada, decidi passear mais um pouco dentro das visões. Enquanto isso, os garotos da Terra do Nunca juntamente com a Meera(?), enfrentam os Andarilhos e seus asseclas. Quando tudo parecia perdido, a guria, Meera, simplesmente atira uma lança e destrói um Andarilho Branco - detalhe que isso passou despercebido, graças a cena que vem a seguir. Conseguindo ganhar um tempo, graças ao sacrifício do ultimo Peter Pan e do Lobo Summer - isto também passou despercebido graças a cena que vem a seguir - Meera consegue fugir com Bran e Hodor.
Agora, a cena mais impactante e emocionante de toda a série. Mesmo com o sacrifício dos seus amigos, a garota não conseguiria escapar com Bran, pois, apesar de sair da caverna, eles logo seriam alcançados pelos capangas dos Andarilhos. Num momento ímpar, Bran consegue fazer com que o Hodor do passado conseguisse ouvir os gritos da Meera do futuro. E o grito da garota entoava as seguintes palavras: "Hold the Door!" Com toda a bagunça temporal, o jovem Hodor do passado entrou num colapso mental e, simplesmente, limitou o seu vocabulário à..."Hodor!" Aparentemente, o Hodor do presente morreu tentado segurar a porta!

Vejam vocês!

O que vosmecê achou disso? Um episódio assaz revelador. Alguns pontos muito interessantes, mas que na minha visão, deixam algumas falhas. Entendam, muito bom mostrar quem foram os criadores dos Andarilhos Brancos, todavia, fica o questionamento de porquê os seus criadores não conseguem derrotar suas criações. Quer dizer, eles criaram algo, mas não tinham um alternativa caso tudo desse errado? Achei isso meio vago. Quanto ao Hodor, muito mais importante que a revelação da origem do nome, é o fato de que agora temos a inclusão da teoria do paradoxo temporal em Game of Thrones. Os mais aficionados diriam que o Bran foi a causa da loucura do Rei Louco. Bom, acho que isso não será explorado nessa temporada.
Para concluir, duas coisas: Assim como o Jon Snow, a Meera conseguiu matar um Andarilho Branco com, aparentemente, um metal comum. Isso reforça a teoria de que a menina é a irmã gêmea de Jon Snow.
E, só para variar, mais um lobo foi embora. E, sinceramente, esse foi sem razão. Não precisavam sacrificar o lobo naquela cena. Mas é como dizem: "Se é duro ser um Stark, experimenta ser um lobo dos Starks!" Aguardemos os próximos episódios!




Confira Também...

0 comentários