Porra, Marvel!

Então, meus amigos, diferente da postagem do nosso amigo Questão, esse texto não é escrito por uma pessoa que entende minuciosamente de hqs. No entanto, mesmo o meu conhecimento sendo leigo comparado à outros colegas,  o meu gosto e apreço pelos personagens é tão grande quanto de qualquer um. E não tem como uma pessoa que - apenas - curte os super heróis, não ficar chateado quando a editora decidi tomar certas atitudes com os personagens que você acompanhou durante a infância, adolescência  e continou na fase adulta.

O Capitão América hoje em dia é o personagem mais importante da Marvel e com certeza, é um dos mais queridos. Simpatia essa que é fácil de entender quando você conhece o persoangem a fundo, porque ele é antítese de tudo que a sua roupa e nome remetem à primeira vista. A liderança, o senso de justiça e a luta pela igualdade fazem do Capitão um personagem diferenciado e surpreende a todos que esperavam algo diferente do cara que também é chamado de Bandeiroso.

Mas quando a Marvel diz que o Capitão é um agente da Hydra infiltrado, fica claro que ela mesmo não entende a representividade do seu próprio personagem. Para ser justo, o sentimento de revolta dos fãs de Steve Rogers, é o mesmo sentimento que os fãs do Superman sentem quando assistem ao Super do Zack Snyder, pois simplesmente pegam o legado dos personagens, com tudo que eles representam e jogam na latrina! Existem coisas ou pessoas que transcendem o lugar comum, e o Capitão e o Superman são eses tipos de ícones. Para muitos, estes são apenas personagens fictícios e não fazem a menor diferença para ninguém. Porém, sabemos que isso não é verdade, quando vemos os atores que interpretam estes personagens nos cinemas, visitando hospitais de crianças com câncer e trazendo alegria e a esperança em dias melhores para estes pequenos seres humanos. Ou até mesmo uma simples criança triste quando lê numa hq do Capitão ou Superman falando que por mais que as coisas estejam difíceis, se você agir de maneira correta, já é um grande passo para encontrar a felicidade. Tudo isso mostra o quão importante é a construção de um herói. E com certeza é a frustração de ver tudo isso sendo jogado no lixo, que revolta os fãs neste momento.

Para concluir, não sou daqueles que entoam o grito de que essas mudanças são culpa das minorias ou da esquerda, direita, whatever. Afirmar isso, é a mesma coisa que você dizer que o Capitão, Super, entre outros, não possuem fãs negros, gays, mulheres, etc. Ou até mesmo que estes não podem ficar revoltados quando uma mudança abrupta acontece com os seus personagens favoritos. Simplesmente acho que esta é uma ideia idiota inventada pelos chefões que parecem nunca terem lido uma hq, assim como foi o Superior Iron Man e o Superior Spiderman.

Espero sinceramente que a Marvel repense essa atitude e entenda o valor do seu personagem, ou que pelos menos, tenhamos o maior plot twist da história, para que esta atitude fique - até certo ponto - aceitável! Fazem do Capitão o maior super-herói dos cinemas, e agora isso. Parabéns!

Confira Também...

0 comentários