Mulher Maravilha #1 Rebirth review


Greg Rucka  volta ao roteiro da Mulher Maravilha e já traz uma mudança dramática na origem do personagem, que agora é um mistério, ela pode ser filha de Zeus(como estabelecido nos novos 52) ou ter sido moldada por magia por sua mãe (como antes dos novos 52), o roteiro deixa claro que é de acordo com a crença do leitor.

O roteirista rejeita o conceito de deusa da guerra estabelecida nos novos 52 e tenta voltar as origens da Mulher Maravilha, fazendo um grande resumo sob uma nova ótica de tudo que aconteceu anteriormente, meio que fazendo um grande reatcon (mudanças em algumas partes do passado do personagem).

Em seguida vemos a Mulher Maravilha em busca de sua verdadeiro origem e seu papel no mundo divino e mistico, enfrentando seres mitológicos (que realmente parecem mitológicos, ao contrario do que foi apresentado em seus arcos dos novos 51), mais uma grata surpresa de talvez vermos a verdadeira Mulher Maravilha novamente, o que é um desafio pois a personagem como o super homem é realmente difícil de fazer historias de grandes mudanças, mas deixou com vontade de acompanhar ela.
nota 7

Confira Também...

0 comentários