Jornada nas Estrelas: Conheça um pouco mais sobre o primeiro filme de 1979 que revitalizou a franquia

Então, Startrek o filme de 1979 foi responsável por trazer de volta a franquia de Jornada nas Estrelas, que se seguiu de diversos filmes, series, jogos, quadrinhos, etc.
Jornada nas Estrelas a serie original teve apenas 3 Temporadas, mais tarde ganhando um desenho animado de apenas 2 temporadas, porem existiram diversos projetos para revitalizar a franquia, mas todos foram engavetados, porem quando a serie retornou em reprises pelo mundo acabou sendo um imenso sucesso de popularidade e com o sucesso de bilheteria de Starwars em 1977, a Paramount decidiu investir em um filme da franquia que  traria de volta a vida a franquia.

Existiram diversos roteiros para o filme alguns focados mais em ação para rivalizar Starwars, mas o criador Gene Roddenberry queria algo mais cerebral nos moldes de outro sucesso da ficção cientifica chamado 2001 uma odisseia no espaço, tal qual acabou sendo retratado no filme, então em dezembro de 1979 o filme finalmente saia nos cinemas, depois de quase uma década de imensa popularidade que a serie tinha tido após ser exibida novamente em reprises na tv americana e pelo mundo.

A Trama:
Em 2271, a estação de monitoramento Epsilon IX da Frota Estelar detecta uma força alienígena escondida dentro de uma imensa nuvem de energia que está se movendo em direção da Terra. A nuvem destrói três naves de guerra klingon e a estação de monitoramento. Na Terra, a nave estelar USS Enterprise está nos estágios finais de sua reforma; seu antigo oficial comandante James T. Kirk fora promovido a almirante e está trabalhando como Chefe de Operações da Frota Estelar em São Francisco. A Frota Estelar envia a Enterprise para investigar a nuvem já que é a única nave no alcance de interceptação, forçando seus novos sistemas a serem testados no meio do caminho, em seguida Kirk decide comandar a Enterprise e reúne a equipe original da Enterprise para uma nova aventura dessa vez investigando a maquina viva V'Ger que está destruindo toda a vida orgânica no seu caminho.
A Estreia:
O filme recebeu criticas mistas tanto de fãs quanto de críticos de cinema, ele foi feito em um filme de alto orçamento para os padrões da época cerca de 46 milhões de dólares, sendo uma das produções mais caras da Paramount, para ter uma ideia foi um pouco menos que Super Homem o filme de 1978 que custou 55 milhões, o filme acabaria arrecadando mais de 130 milhões pelo mundo, sem falar que iniciaria uma serie de produtos comerciais de Jornada nas Estrelas provando que era possível ganhar dinheiro com a franquia, uma serie de quadrinhos, video games e tudo quanto é tipo de coisa começou a ser lançada arrecadando mais dinheiro ainda para seus idealizadores, porem o dinheiro na arrecadação inicial do filme foi abaixo do esperado pela Paramount que acreditava que iria ganhar dinheiro como Starwars de 1977 ou Super Homem de 1978, havia muita briga nos bastidores entre a Paramount, Robert Wise (diretor do filme) e Gene Roddenberry (criador), o que acabou em uma edição complicada do filme, sendo que mais tarde o diretor do filme afirmaria que era uma versão crua do que ele imaginava fazer, a versão final do filme ficou pronta apenas 2 dias antes de sua estreia.
A Produção:
O filme originalmente seria um piloto para uma nova serie de tv chamada Startrek Phase II que voltaria com o elenco original, porem com o sucesso de Starwars e a nova popularidade da franquia foi decidido que um filme seria feito, já que ficção cientifica era naquele tempo o gênero que mais lucrava no cinema, então a Paramount anunciou que faria um filme de 50 milhões de dólares (o orçamento inicial do filme) e que escolheu o duas vezes ganhador do oscar Robert Wise como diretor, dando a produção credibilidade, todo o elenco original iria retornar no filme, mas Leonard Nimoy (Spock) que estava insatisfeito com seus pagamentos durante a serie, bem como direitos de imagem do personagem Spock, sendo que nem queria voltar a fazer o seu papel, deixando a produção com um problema criando um roteiro sem um dos personagens mais amados da franquia, eles trouxeram então um novo vulcano que originalmente seria o filho de Spock, porem um acordo foi feito com Leonard Nimoy e ele aceitou fazer o projeto, sendo assim feito um novo roteiro para o filme, agora com o personagem Spock.

Um novo problema surgiu Leonard Nimoy não estava gostando do roteiro, dando novas ideias que deveriam ser colocadas nele se o ator voltasse apesar de já ter recebido dinheiro, como por exemplo dar mais destaque ao personagem Spock, o que acabou sendo adicionado no roteiro até que Leonard Nimoy ficasse satisfeito.

Jerry Goldsmith entrou para fazer a trilha sonora e continuaria na franquia até 2002 criando trilhas para filmes e series de tv da franquia, Gene Roddenberry originalmente queria ele para a serie de tv, mas ele tinha outros compromissos e era muito caro para ser contratado para uma serie de tv naquele tempo, Jerry Goldsmith criaria um tema  para os Klingons que a partir do filme tiveram um novo visual que seria continuado no resto dos filmes e series de tv, a musica tema deles também continuaria sendo utilizada, muitas das musicas nas cenas do filme foram o que salvaram diversas cenas do filme segundo todos da produção, para surpresa de todos ele havia feito a trilha toda do filme em pouco tempo devido ao curto prazo para a produção do filme, sendo que em 1979 em LP da trilha sonora do filme foi lançada e fez bastante sucesso, sendo mais tarde uma versão estendida da trilha lançada em 1998, em 2012 a trilha sonora completa do filme foi lançada com mais material e musica, em 3cds.

Resultado de imagem para star trek the motion pictures
Novas modificações:
Em 1983 uma versão estendida foi lançada, mostrando mais cenas do filme direto para VHS e Laserdisc (popular na época), Robert Wise nunca gostou da edição do filme que não mudou muito com essa versão, a maior parte das novas cenas eram diálogos, porem existem coisas que  acabaram migrando para outras mídias de Jornada nas Estrelas como fazer o Sulu mulherengo e galã, nessa época a homossexualidade de Sulu como muitos atores era escondida, mas o elenco todo sabia, assim como o diretor da serie de sua homossexualidade, porem o ator George Takei adorou essas cenas e ainda deu a ideia de Sulu ter se casado e ter uma filha, fato que mais tarde seria adicionado na franquia, em 2001 a Paramount deu ao diretor Robert Wise a oportunidade de fazer a edição do jeito que ele queria, bem como adicionar novas cenas de ação, saindo assim a versão do diretor em Vhs e Dvd, já que Robert Wise acreditava que a cena de abertura do filme tinha sido mal editada e feita, a equipe de produção usou na versão do diretor materiais do filme salvados por fãs e pelo diretor, bem como a memoria do mesmo sobre a produção, isso adicionou algumas cenas novas no filme, isso deu melhorias visíveis em diversas cenas do filme, como por exemplo as cenas no planeta Vulcano, essa mistura de novos efeitos com antigos é considerada até hoje uma das melhores do tipo feita, infelizmente a versão do diretor nunca foi adaptada para Blue Ray devido ao fato dos efeitos não terem sido projetados para HD, mas só em versão padrão.

As criticas:
O Filme recebeu duras criticas quanto as obvias copias e referencias a 2001 uma odisseia no espaço, bem como seus efeitos e montagem que eram muito devagar, a produção do figurino é confusa, muitas vezes errando diversas coisas que são notáveis sem que não parecia crível como o futuro, sem falar do foco da câmera que em algumas cenas parece confuso e borrado, mas as maiores foram quanto ao seu roteiro que é muito preso e pouco se desenvolve durante o filme, bem como sua falta de ação, sendo acusado de evitar ou de desenvolver cenas de ação, tendo grandes visuais, mas nenhuma solidez, sendo muito comparado com Starwars que usava muito dos visuais para criar cenas de ação, sem falar Super Homem de apenas um ano antes, até mesmo os fãs mais ardorosos de Jornada nas Estrelas na época chegaram a concordar com isso, porem sua continuação a Ira de Khan resolveu todos esses problemas tanto para os críticos quanto para os fãs.

A premissa do filme é requentada de um episodio da serie original chamada Changeling, o que desagradou muitas pessoas que queriam ver mais do universo de Jornada nas Estrelas, bem como novas ideias, apesar do tema de uma raça de maquinas vivas ser interessante, mesmo assim os visuais do filme são até hoje reconhecidos como bem produzidos chamando a atenção na época, o que contribuiu para o sucesso do filme, além é claro da popularidade que a serie havia tido com suas reprises, o filme ainda consegue se manter firme nos seus visuais graças as contribuições ao longo dos anos depois que foi lançado, se mantendo um filme atual mesmo mais de 30 anos depois.

Confira Também...

0 comentários