Seiya e Shina: Amor, estranho amor!


Então, caros leitores, que Saint Seiya é um amontoado de incoerências e deslumbres do Mestre Masami Kurumada, isso já sabemos. Mas o carisma de alguns personagens como Shiryu, Ikki e os dourados, fazem com que os fãs relevem as "genialidades" do Mestre.
Porém, quando você já passou dos trinta anos - mesmo sendo fã - você se dá ao luxo de analisar detalhamente a obra e encontrar pérolas que, provavelmente, você não enxergaria caso fosse alguns anos mais novo.


Uma das coisas mais controvérsias que existe em Saint Seiya, é o arco que envolve Seiya, Shina e Cassius. Vamos lá: Num certo ponto da história, a Amazona de Prata explica à Seiya que ela terá que matá-lo ou amá-lo pelo simples fato do Cavaleiro de Pégaso ter visto o seu rosto. Ok, Seiya é um homem e a Shina é uma mulher. Nessa visão, a moça está certa em seguir o lema/regra das amazonas. Porém, o que não é colocado de forma explícita, é que: o Seiya só tinha 6 anos de idade quando viu a guerreira sem máscara. Sim, o garoto tinha apenas 6 ANOS DE IDADE. E como se não fosse suficiente, trazendo para a atualidade, o Seiya ainda continua uma criança, pois é apenas um moleque de 13 anos de idade. Porra, Shina!
Segundo a enciclopédia oficial de Saint Seiya, a Marin e a Shina estão na faixa dos 18 ou 19 anos. Esta informação torna a Shina oficialmente uma pedófila.


Todo este constrangimento poderia ser evitado, se a Shina tivesse mostrado o seu rosto para o seu discípulo Cassius. Certo, apesar da altura de dois metros, o Cassius também é só um menino de quinze anos de idade. Sim, o rapaz sem orelha é apenas um menino também. Mas, com o tamanho e a cara de um homem de setenta anos, ninguém comentaria tal relacionamento. Teria sido muito mais saudável do que a moça ficar obrigando um garotinho de treze anos, com cara de oito, a se casar com ela. Fico me pergutando se quando o Kurumada escreve essas coisas, ele está querendo reportar suas próprias perversões para as obras, ou, simplesmente ele é burro e não tem noção do que está fazendo? Isto é uma verdadeira incógnita!

Confira Também...

0 comentários