Harpia 1

Resultado de imagem
Então, a personagem esquecida da Marvel sofre mais um reatcon (quando a origem é modificada) para ficar mais parecida com sua contra parte de Agentes da Shield.
Devido ao sucesso da personagem em Agentes da Shield a Marvel decidiu fazer um reatcon com a personagem usando parte de sua origem da serie de tv, como aconteceu com a personagem Tremor, porem após o anuncio do lançamento da edição a personagem sumiu da serie, o que deixou a Marvel em uma posição complicada de como abordar a personagem, foi decidido então misturar a sua origem dos quadrinhos com a nova origem da serie de tv, agora que os agentes da shield fazem parte do novo universo Marvel.

Do mesmo jeito que o Gavião Arqueiro surgiu como uma versão maligna do Arqueiro verde, ao qual ele iniciou como vilão, Harpia originalmente era uma versão da Canario Negro, acabando virando vingadora, porem ela não possuía super poderes, sendo apenas uma habilidosa combatente do crime e super espiã, fazendo diversas vezes parte dos Vingadores bem como da Shield, mas já essa nova versão possui soro de super soldado e da formula no infinito no seu dna, ampliando suas capacidades físicas para sobre humanas, fato que não existia nem na sua primeira origem dos quadrinhos e nem na da serie de tv.

Escrita por Chelsea Cain e arte de Kate Niemczyk, mostra uma Harpia bem diferente daquela que conhecemos tanto da serie de tv quanto da dos quadrinhos, que ao que parece estava retornando para a Shield, Harpia invade o consultório de um psicologo da Shield e destrói o vidro atrás dele revelando seres estranhos que observavam todas as consultas.

Um mês antes
Howard o Pato, Tony Stark e Hercules estavam ao lado de Harpia na espera do consultório medico, para assim serem avaliados pela Shield, no caso de Harpia foi pelo fato de do nada ter sido injetado em seu organismo a formula de super soldado combinada com a formula do infinito, a formula de super soldado como todos sabem concede ao usuário habilidades físicas sobre humanas todas no nível olímpico ao mesmo tempo, sem falar de memoria ampliada, já a formula do infinito concede de maneira reduzida os efeitos físicos se comparada com o soro de super soldado, porem concede um fator de cura um pouco melhor que uma pessoa comum e longevidade, no passado Nick Fury foi o primeiro a ser injetado com a formula do infinito, fato que fez ele envelhecer devagar e continuar atuando desda 2 guerra mundial, porem recentemente sem explicação seu soro de super soldado foi desativado, sendo assim seu filho (que é negro) Nick Fury Junior assumiu o comando da Shield.

Somos revelados que o Nick Fury antigo salvou a vida de Harpia e injetou a mistura nela, para que assim pudesse sobreviver aos graves ferimentos que sofreu, ao que parece com isso Harpia se tornou uma pessoa muito mais agressiva e falante, contando piadas e gostando de sair no braço com alguém, ao que parece nessa nova origem TODO o passado de Harpia nos quadrinhos foi deletado, para assim criarem um novo passado para ela, como aconteceu com a ex Miss Marvel e a Capitã Marvel II Carol Danvers 10 anos atrás que teve toda sua origem modificada assim como seu passado.

Harpia vai se consultar com um psicologo que também é um para psicologo (a qual ela invadiu o consultório no inicio da historia), ele quer determinar se ela ganhou alguma habilidade psíquica, ao que parece alem das habilidades físicas ampliadas a Harpia também ganhou telecinesia (serio estão usando o coquetel de poderes para dar uns poderes bem aleatórios) porem não são capazes de determinar se só é esse poder, mas que ela poderia ter outros poderes como telepatia, habilidade de ver o futuro e muitas outras coisas.

Na sala de espera, Harpia fica pensando em quão ridícula é a roupa de Hércules e recebe um elogio de seu uniforme feito pela Viúva Negra, porem Harpia começa a ter visões de seres estranhos que estariam controlando os agentes da shield, por esse motivo ela invade o consultório do psicologo para assim enfrentar esses seres estranhos, usando seus novos poderes ela começa a absorver a essência mistica dos seres estranhos para si destruindo assim eles.

Apesar de gostar da arte, achei a historia meio jogada e tentando dar uma explicação bem furada para os novos poderes estranhos que a Harpia, mas esses novos poderes não fazem sentido nenhum para a personagem.

nota 5,5