Jornada nas Estrelas: Saiba um pouco mais de Jornada nas Estrelas sem Fronteiras

Então, vamos falar um pouco sobre o ultimo da franquia de Jornada nas Estrelas a sair até agora
O filme saiu em 2016, custou 185 milhões sendo o filme mais caro até então da franquia, mas arrecadou quase 338 milhões, quase 100 milhões a menos que o seu filme anterior e um pouco menos que o primeiro filme do reboot, fazendo com que a Paramount pensasse em uma possível mudança na tripulação, atualmente a Paramount tem o direito dos cinemas e a CBS o direito das series de tv de Jornada nas Estrelas, porem as duas empresas dividem os lucros de suas respectivas produções uma com a outra.

A Paramount tentou melhorar sua relação com os fãs oferecendo ingressos gratuitos nos diversos fã clubes organizados de Jornada nas Estrelas nos principais países do mundo (incluindo o Brasil) o que fez inicialmente ter criticas positivas do filme pela critica especializada e os criticos de cinema (que tambem receberam materiais e ingressos gratuitos para o filme), porem isso não pode conter a insatisfação geral do publico perante a nova franquia do reboot que largamente não gostou do filme que tem mais furos que um queijo suiço e um vilão fraco mesmo com a atuação sempre brilhante de Idris Elba mas que interpretou um vilão fraco devido ao pouco material dado ao personagem, que se torna completamente desnecessário para a trama, Spock continua mais emotivo que Kirk, porem o filme traz homenagens a Leonard Nimoy ( o Spock original) e  Anton Yelchin ( Pavel Chekov rebootado), devido ao fato que ambos os atores morreram um pouco antes ou durante a produção do filme, o filme continua cheio de problemas apesar do esforço de Justin Lin (Velozes e Furiosos), que tentou emular o mundo de Jornada nas Estrelas adaptando pelo que já foi construído até agora, a maioria dos fãs ficou desconfiada pelas criticas positivas iniciais e acusaram de serem pagas ( especialmente depois dos e-mails vazadas de empresas como a Sony que mostraram o pagamento por criticas positivas e mencionaram a Paramount), os blogs menores que não recebem dinheiro de patrocínio criticaram bastante o filme, mas que evoluiu mostrando uma protagonista feminina que não é interesse amoroso de algum dos personagens e é uma personagem física de ação.


A USS Enterprise chega na enorme estação espacial Yorktown depois de três anos de missão a fim de reabastecer e dar uma folga para sua tripulação. Kirk faz um pedido de promoção para vice-almirante por estar lutando para encontrar algum significado na natureza sem fim da exploração espacial . Enquanto isso, Hikaru Sulu reencontra com seu marido e filha, Montgomery Scott trabalha para manter a nave operacional, e Spock e Uhura terminam sua relação; Spock também recebe as notícias de que o Embaixador Spock (seu eu mais velho da linha do tempo alternativa) morreu em Novo Vulcano. Uma cápsula de fuga emerge da nebulosa vizinha e a Enterprise logo depois é enviada em uma missão de resgate. A sobrevivente Kalara afirma que sua nave caiu em Altamid, um planeta dentro da nebulosa. A situação revela-se uma emboscada e a Enterprise é rapidamente despedaçada por um enxame de pequenas naves. Krall e sua tripulação invadem a nave à procura de um artefato alienígena chamado Abronath que Kirk adquiriu durante uma missão diplomática. Krall captura boa parte dos tripulantes, porém não consegue o artefato. Kirk ordena a evacuação e a seção do disco da Enterprise cai no planeta.  Sulu, Uhura e os outros sobreviventes são mantidos em cativeiro por Krall na superfície do planeta. Kirk, Pavel Chekov e Kalara localizam os destroços da seção do disco, porém esta última revela-se ser uma aliada de Krall, agora  a tripulação da Enterprise tem que impedir que Krall e seus aliados invadam o território da Federação com suas naves.

O filme é considerado o melhor filme da trilogia do reboot (o que não quer dizer muita coisa), aconteceram pequenas brigas nos bastidores da produção devido ao fato de JJ Abrahams ter dito que a Paramount/CBS ia tirar o processo contra o fanfilm Axanar, mas a Paramount voltou com o processo depois da saída de JJ da direção e colocou Justin Lin que também falou que tirariam o processo e depois sofreu pressão para não comentar mais sobre o assunto, o que deixo o diretor meio desconfortável e tentou apenas tirar as partes mais criticadas nos dois filmes, que eram os efeitos especiais desordenados, as cenas de ação confusas e o protagonismo feminino no filme, isso fez com que fosse elogiado por muitos, mesmo assim não salvou o filme de seu roteiro fraco, o final foi o mais criticado sendo completamente desnecessária a cena do confronto final entre Kirk e o vilão, tendo as milhares de tecnologias que poderiam prevenir a invasão dele, mas apesar disso tudo de fato é o melhor filme até agora apresentada, mas não inspira em nada a confiança na franquia, do mesmo modo que transformers gera alto lucro e mesmo assim é mal vista por todos praticamente, porem devido ao lucro do filme foi prometido um quarto filme com a mesma tripulação que provavelmente será de viagem no tempo pois ira reunir Kirk com seu pai, alguns fãs especularam que Kirk iria apagar a mudança temporal que criou o universo do Reboot, mas duvido que isso vai acontecer, já outros alegaram que isso seria algo que seria mais explorado quando rebotassem o universo da Nova Geração que substituiria a atual tripulação da Enterprise.

A maioria dos fãs tem esperanças que a serie Discovery que se passa 10 anos antes da serie original possa redimir a franquia, que acabou transformando Jornada nas Estrelas em uma serie de filmes de ficção cientificas genéricos de grande orçamento.

Confira Também...

0 comentários