Tropas Estelares: Saiba um pouco mais sobre o filme de 1997

Então, vamos falar de um dos filmes clássicos dos anos 90, dirigido por Paul Verhoeven (Robocop original).
O filme chegou nos cinemas no final de 1997, com um orçamento alto 105 milhões e arrecadou nos EUA quase 122 milhões de dólares, sendo que foi um dos poucos filmes da época a arrecadar mais no resto do mundo do que nos EUA, o que gerou duas continuações direto para DVD já que na época era a unica saída para filmes com esse tipo de desempenho, mas produções atuais com desempenho desse tipo focam no mercado asiático as vezes nem estreando nos EUA e saindo por lá apenas em Dvd.

Apesar do grande orçamento para a época Paul Verhoeven (Robocop original). decidiu economizar cada centavo e fazer jus a ele, focando em efeitos práticos, o que rendeu incríveis visuais para o filme que chegou a concorrer ao oscar por melhores efeitos especiais, com roteiro adaptado de Edward Neumeier, baseado no livro homônimo de Robert A. Heinlein, que na época foi duramente criticado (apesar de ter sido um sucesso e ter até mesmo ganhado um anime, devido a sua popularidade no Japão), devido a sua valorização do militarismo, sendo acusado de fascista por esse motivo pouco do ambiente do livro é citado, mas mostra grande parte da sociedade militarista, porem as vezes duramente criticando, focando apenas em cenas de ação, Rico no livro nasceu nas Filipinas, mas foi criado na Argentina, seus país não são definidos, mas se supõe que eram asiáticos, devido a essa liberdade Rico é mostrado como um Argentino cujos país tem uma mãe argentina e um pai inglês, bem como demonstrar que o sociedade obriga a todos a serem ateus, apesar de existirem grupos de resistência contra o estado militarista que são em sua maioria cristãos, em especial os Mormons (a qual o autor é dessa religião), nesse futuro inclusive eugenista se criou uma maneira de manipular o dna acabando com quase todas as doenças e deficiências genéticas, todos os deficientes cuja deficiência não possa ser recuperada com tecnologia atuam em trabalhos burocráticos do estado como por exemplo professores ou assistentes administrativos, apesar do aspectos negativos nesse futuro o racismo, bem como as diferenças de gênero acabaram, inicialmente o autor pretendia chamar todos de "camaradas" porem a alusão seria clara com relação aos soviéticos, então ele mudou para "cidadão", todas as empresas são estatais e aqueles que trabalham nela ganham mais dinheiro, porem tem menos direitos, já que só os militares tem maior direito, todos vivem uma vida estilo classe media nessa sociedade em sua maioria, menos aqueles que se oponham o regime e normalmente colonizam outros planetas como os movimentos cristãos, que são caçados e mortos pelo estado, em especial os Mormons, que no livro são os primeiros a morrer na invasão dos insetos e por isso o estado inicialmente não se importa.

Apesar do livro a qual Tropas Estelares se baseia ter sido um sucesso de vendas, bem como ter ganhado diversas premiações literárias, ainda era muito desconhecido do grande publico, por isso as mudanças da adaptação como as criticas ao militarismo não foram criticadas, porem deram um tom cinza ao filme, que de um lado valorizava a coragem e determinação dos soldados, mas por outro criticava o modo que eram usados como sendo dispensáveis ao seu governo, que somente permitia votar aqueles que já tinham se alistado as forças armadas, apesar de muitos compararem os insetos coletivistas aos vietnamitas como alusão, na verdade foi inspirada na guerra do Afeganistão soviética, onde os soviéticos apesar de sua superioridade tecnológica perderam vergonhosamente para os afegãos sendo até chamado de o Vietnã russo.
Resultado de imagem para tropas estelares 1997
Devido ao fato que queriam usar um tom realista e com efeitos práticos, o diretor optou por não usar as super armaduras que é descrita no livro (que mais tarde inspiraram starcraft) e nem os blindados que são citados no livro, apenas jogando soldados com roupas de combate e bem armados contra insetos gigantes, eles usam o tom de Robocop para o filme, bem como seu foco na violência, Basil Poledouris (Conan e Robocop) foi contratado para a trilha sonora devido ao seu talento em criar musicas épicas de orquestra para as cenas de ação e emblemáticas, o que deu bastante peso ao filme, assim como Robocop propagandas e programas de tv foram usados para contar um pouco mais sobre o universo do filme, bem como para fazer criticas,  inicialmente o filme foi classificado para 15 anos, mas porem em cima da hora nos EUA foi reclassificado para 18 anos, por isso o filme teve um desempenho ruim no país, já na Europa e o resto do mundo se manteve a classificação de 15 anos, mesmo com a violência gráfica no filme, o que prejudicou assim o filme nos EUA, no home video o filme saiu para 18 anos e foi sucesso ganhando mais dinheiro do que seu lançamento nos EUA, o que ajudou na criação de duas continuações direto para o dvd.

A primeira continuação é considerada bem ruim devido ao seu orçamento, mas o ultimo filme da trilogia teve criticas positivas, apesar de manter os efeitos práticos teve algumas cenas em cgi que foram criticadas, mas o ultimo filme foi mais fiel a obra original, mostrando a existência dos trajes especiais dos soldados, bem como blindados.

A historia do primeiro filme conta a vida de Rico, cujos familiares são anti militaristas, mas como está apaixonado por sua namorada que se alistou, ele decide se alistar para enfrentar os insetos gigantes, porem existe um teste de inteligencia para determinar se ele ia para o Comando (onde só ficam super inteligentes e telepatas), A força espacial (onde ficam os mais inteligentes) ou o exercito onde fica o resto, como ele não se destaca por sua inteligencia ele vai para o exercito, ele logo se destaca entre os recrutas, mas devido ao fato que sua namorada termina tudo com ele, Rico então muda de ideia e tenta sair, porem a sua cidade natal é atacada pelos insetos e seus pais morrem, ele então decide largar tudo e voltar as forças armadas desejando vingança, mais tarde acaba se descobrindo que existe um inseto líder que suga as células cerebrais de outros seres para ficar mais inteligente, então a missão de todos é destruir ou capturar ele.

O diretor escolheu por ter jovens atores como protagonistas, as criticas do filme foram extremamente positivas, especialmente por críticos políticos que analisavam a sociedade militarista como uma visão distópica do lado politico a qual são contra, porem muitos críticos entenderam o filme, bem como o livro como uma critica e visão de uma sociedade militarista como sendo resultado de quando qualquer extremismo ideológico chega ao poder, os efeitos especiais são considerados bons até hoje e surpreenderam na época, foi usado muita mecatrônica e poucos efeitos digitais, os insetos foram feitos com robótica ou seja eles eram reais, exceto obvio o gigante blindado, mas isso ajudou para a reação dos atores e as interpretações, a quantidade de insetos guerreiros foi aumentada digitalmente, porem dez deles físicos estavam em cada cena e a quantidade era aumentada digitalmente, as naves foram todos feitas em miniaturas adicionando efeitos digitais apenas para detalhes, devido ao sucesso em 1998 foi lançado um jogo, mas devido ao fato que Starcraft (cuja humanidade e os Zerg foram bastante baseados no livro que deu origem ao filme), a ideia de um jogo de estrategia foi deixada de lado, então decidiram colocar um jogo de tiro em primeira pessoa, o jogo teve criticas positivas, pois apesar de suas limitações e baixo orçamento, usava videos do filme e passava todo o clima dele nas fases do jogo, mas realmente teria sido melhor um jogo de vídeo game aos moldes de starcraft para ele.
Resultado de imagem para tropas estelares  animação
(uma dos longas animados lançados recentemente)
Na versão do Diretor existem diversas cenas deletadas, que tentam conectar os Iluminatti e a nova ordem mundial ao mundo de Tropas Estelares (coisa que não existe no livro), mas tinha sido uma das ideias do diretor do filme, porem foi algo considerado bastante diferente do tom que queriam dar ao filme, até hoje é um filme recomendado para quem curte ficção cientifica, ação e aventura, bem como incríveis visuais, bem como uma mensagem anti ideologia politica e anti militarismo, apesar de muitos fãs do livro e críticos literários terem acreditado que o universo do livro deveria ser adaptado mais fielmente, poucos anos atrás diversos filmes 3d baseados no livro foram lançados e bem fieis a ele, sendo inclusive sucesso comercialmente, por isso muitos estúdios estão em negociação de lançar uma versão mais fiel do livro, agora com um Rico miscigenado com uma mãe filipina e um pai argentino, bem como uma sociedade mais militarista, para mim seria o momento de lançar um jogo de estrategia ou rpg aos moldes de Mass Effect.

Confira Também...

0 comentários