Das Antigas:La Femme Nikita de 1997: A serie que previu o 11 de Setembro e a criação do Estado Islâmico


La Femme Nikita foi uma série canadense de televisão, classificada como drama, baseada no filme francês original Nikita de Luc Besson. Foi co-produzida por Jay Firestone (Firestone Entertainment) e a Warner Bros., e criada para a televisão por Joel Surnow, que mais tarde escreveu a série de tv 24 com o colega, Robert Cochran, consultor executivo da série. A série estreou nos Estados Unidos em janeiro de 1997 e teve cinco temporadas até março de 2001. La Femme Nikita foi uma das séries mais vistas em suas duas primeiras temporadas e foi distribuída internacionalmente. A partir de 2010, um remake da série começou a ser exibido pela emissora americana CW. O nome do remake é Nikita.
Então, se você é precoce em tudo que faz e não aguenta esperar muito tempo, esse post é para você. 
A serie original é bem superior tanto em enredo quanto na questão de realismo, foi a primeira serie que assisti em que hackers não ficavam socando o teclado ultra rapidamente, mas usavam programas para invadir computadores alheios, sem falar que a Seção 1 assim como todas as outras seções eram organizações internacionais mas que através de influencia começaram a mandar em governos, isso leva a um dilema moral que se estende pelas 5 temporadas, nessa serie não temos espiões mulherengos mas sim assassinos frios que vão perdendo sua humanidade, Nikita se destaca por tentar preservar sua humanidade, todos são pessoas condenadas por crimes mas consideradas potenciais espiões que são obrigados a trabalhar para as Seções que são organizações de espionagens clandestinas cuja missão sempre foi impedir literalmente que o mundo acabasse.

Nikita foi injustamente acusada de assassinar um policial, ela é sentenciada a prisão perpétua. Logo após, é recrutada para a Seção Um, onde a organização simula o seu suicídio. Como a única recruta inocente na Seção, sua compaixão e simpatia estão em constante conflito com as ordens que recebe. Depois de passar dois anos sendo treinada por Michael, Nikita aprendeu a usar sua beleza como uma arma e se tornou uma especialista em artes marciais e tática. Sua relutância em assassinar pessoas, sejam inocentes ou não, faz com que ela use e abuse de meios criativos para evitar puxar o gatilho em suas missões. Curiosamente, acaba se tornando mais eficiente ao adotar esse método. Ela usa uma série de habilidades para matar, apesar de suas reservas morais, mas consegue manter sua humanidade enquanto trabalha para a organização. Eventualmente, ela e Michael começam uma aliança que ameaça não só suas posições na Seção Um, como também suas próprias vidas. O relacionamento deles é visto como uma ameaça por Operações e Madeline.
                                                       Micheal e Nikita

No Inicio da Serie os grupos terroristas que eles enfrentam são grupos extremistas islâmicos, socialistas e anarquistas, sem falar de um grupo especial que era a contra parte da Seção Um, que comandava por influencia todos os grupos terroristas, mais tarde quando esse grupo é vencido, eles avisam que um novo grupo radical islâmico ia surgir que uniria diversos grupos terroristas e seria a maior ameaça já vista, quando um dos agentes saia da linha e era considerado dispensável eles usavam o termo "cancelado" para dizer que o agente seria enviado para uma serie de missões suicidas ou executado.

Durante um de seus episódios a serie previu que um grande ataque terrorista aconteceria em nova York em 2001 que caso fosse permitido a Seção 1 levaria a duas guerras no Iraque e Afeganistão, onde causaria a morte de Sadam e Osama, mas formaria uma nova ameaça de grupos terroristas islâmicos que levariam a criação de uma nova organização terrorista, tudo isso dentro da serie porque os governos iriam descobrir a verdadeira existência da seção 1, sendo assim a Seção 1 teria duas opções controlar por trás os grupos terroristas para tentar criar uma nova ordem mundial sob seu controle ou ajudar os países a exterminarem a ameaça terrorista, nesse episodio inclusive a Síria é mencionada como desculpa na sua crise para mandar imigrantes islâmicos em massa para a Europa, o que levaria décadas mais tarde a um ataque nuclear ou tão devastador que resultaria no maior conflito armado da historia do mundo.

Apesar de  ser de 1997, seu visual e temas são bastante atuais, assim como os conflitos que a serie se envolve, anos luz de seu tempo, além dos temas de espionagem a serie tratava de diversos temas, como trans humanismo, clonagem e criação de inteligencias artificiais de forma realista.