Mitos Falsos Sobre a Obra O Cavaleiro das Trevas


Então, a obra Cavaleiro da Trevas hoje está imersa na cultura pop mundial, mas existem alguns mitos e lendas que a maioria das pessoas pensam ser verdade sobre o seu universo, vamos tratar da primeira obra e não de suas inúmeras continuações.

Batman na historia é fascista - Falso, Fascismo foi um movimento político e filosófico ou regime (como o estabelecido por Benito Mussolini na Itália, em 1922), que faz prevalecer os conceitos de nação e raça sobre os valores individuais e que é representado por um governo autocrático, centralizado na figura de um ditador.

No fascismo o poder do Estado e a figura do líder do governo é supremo, nesse caso controlando cada aspecto da sociedade, economia e liberdade individual, a maioria das ditaduras adotam táticas fascistas para assumir o poder, sejam de direita ou esquerda, sejam capitalistas ou socialistas.

O Batman nunca assume essa postura durante sua historia, mas sim ironicamente Super Homem, que é visto como o maior super herói de todos os tempos na própria historia, mas que com o tempo acabou se integrando totalmente ao Estado, servindo assim a ele e dando o poder sobre todos os indivíduos com poderes ou não, inclusive retirando um dos braços do Arqueiro Verde, nessa ótica é o Super Homem e não o Batman que adota uma pratica fascista, mesmo em todo o momento Batman quer dar o poder de volta ao cidadão comum e não deixar completamente no controle de pessoas que podem ser corrompidas por agendas politicas ou pessoais, isso fica claro em diversos momentos dos quadrinhos, até mesmo no embate final entre Batman e Super Homem, onde ele mostra a que ponto o Super Homem chegou pela sua devoção ao governo americano.
Resultado de imagem para batman dark knight rises joker comics
Frank Miller transformou Batman em um assassino - Falso, por toda a historia Batman tenta evitar matar seus oponentes, mesmo após o massacre que o Coringa cometeu, ainda assim Batman tenta evitar sua morte e acaba perdendo o controle, nesse momento Batman se torna brutal, mas mesmo naquele momento ele tenta evitar matar seu arqui inimigo, sendo a morte do coringa considerada um fracasso para um Batman envelhecido e frágil, mesmo antes de sua morte o coringa afirma "Eu venci, eu finalmente fiz você perder o controle" e termina " Eles nunca vão perdoar você por isso".

Podemos ver pela reação do Batman que ele percebe que fracassou, não só perdeu o controle e acabou matando o Coriinga, como agora deu mais um motivo para a policia não parar de caça-lo como um criminoso comum, deixando claro que o Batman não é um assassino e nunca pretendeu matar o coringa, agindo por impulso e pela sua própria sobrevivência, mas mesmo assim se sentindo culpado.
Frank Miller tenta converter os leitores a serem preconceituosos - Falso, apesar de atualmente Frank Miller parecer ter ficado insano e consumido pela dor dos eventos do 11 de setembro, nessa época ele apresentava uma visão imparcial do mundo, onde nem tudo era preto e branco, visões politicas são mostradas como caricatas de ambos os lados, assim como suas obras desse período, mostrando que as pessoas são manipuladas por políticos, pela mídia, assim como ideologias. 

A Obra de Frank Miller é atemporal apesar de se passar em um período bem especifico como um reflexo da época em que estava (o auge da guerra fria), mas acaba fazendo uma critica sobre a sociedade americana e ocidental, mostrando toda a hipocrisia de ambos os lados dos políticos, que apenas querem usar qualquer coisa para aumentar sua base de poder, fingindo que se importam com os cidadãos, a visão de Frank Miller é uma das poucas visões imparciais em obras literárias, que expandiu na sua fase em Demolidor e como na sua personagem feminina negra Martha Washington.
Resultado de imagem para dark knight rises superman and batman friendship
Batman odeia o Superman - Falso, o tema da amizade antiga entre Super Homem e Batman ecoa por todas as edições, essa amizade se deve a terem valores muito parecidos, porem infelizmente o super homem se corrompeu, na verdade fica claro a admiração de Batman pelo Super Homem e tudo que ele simbolizava, por isso a sua falsa morte no final foi feita como um plano para que o Super Homem voltasse a trilhar o caminho certo.

Infelizmente Frank Miller tomou um rumo bizarro com suas continuações com o Batman, sendo uma grande decepção com os fãs, mas a sua obra original é um clássico, que infelizmente como todas as grandes obras sofre um grande preconceito e ideias erradas sobre ela de acordo com a ideologia que no momento vira moda.

Gostou dos Mitos? Achou que ficou faltando algum? Por favor deixe sua opinião nos comentários.