Mitos Falsos Sobre a Obra Piada Mortal

Então, a obra Piada Mortal hoje está imersa na cultura pop mundial, mas existem alguns mitos e lendas que a maioria das pessoas pensam ser verdade sobre o seu universo, vamos tratar da primeira obra e não de suas inúmeras continuações.
Resultado de imagem para final joke barbara gordon
O Coringa ou seus capangas estupraram Barbara Gordon e o Comissario Gordon - Falso, tanto o  Autor: Alan Moore quanto o Ilustrador: Brian Bolland negaram que isso estava no roteiro, a cena brutal deles não envolvia estupro, essa ideia começou com Grant Morrison e se espalhou dentro do meio de quadrinhos como uma verdade absoluta, quando na verdade foi apenas mais uma invenção e mentira dele sobre a obra de Alan Moore.

Piada Mortal era canônica desdo inicio - Mais ou Menos - Piada mortal foi feita as pressas, encomendada pela chefia editoral da DC para Alan Moore, a ideia era que caso a historia não caísse no gosto do publico poderia virar uma Elseworld, caso fosse sucesso talvez no futuro fosse incorporada, porem assim como Batman Ano Um que originalmente era uma ElseWorld devido ao seu sucesso foi incorporada ao Universo DC, servindo como origem para a personagem Oraculo que fez muito mais sucesso do que a Batgirl, fazendo até mesmo parte da Liga da Justiça, coisa que Batgirl nunca conseguiria como personagem.
Resultado de imagem para final joke alan moore
Alan Moore já tinha a historia preparada faz muito tempo antes de lançar - Falso, a historia foi encomendada em cima da hora pela chefia editoral da DC, o escritor teve pouco tempo para fazer o roteiro, apesar de ter uma ideia do inicio e o meio, teve que se apressar para fazer o final, coisa que sempre o desapontou na historia e fez ela ser considerada por ele uma das piores a qual escreveu.
Resultado de imagem para final joke batman kills the joker
No final Batman matou o Coringa - Falso, tanto o  Autor: Alan Moore quanto o Ilustrador: Brian Bolland negaram que isso estava no roteiro, foi outra invenção criada por Grant Morrison sobre a historia que acabou virando um mito dentro dos fãs de quadrinhos, décadas depois da obra Brian Bolland respondeu novamente que a ideia era tentar mostrar um momento em que o Coringa ficou lucido e Batman insano.