Mitos tecnológicos da ficção cientifica

Resultado de imagem para star trek technologies
Então, todos nos sabemos que na ficção cientifica e fantasia existe a chamada "suspensão da descrença" que ajuda a conseguir curtir a historia, mas vamos abordar as tecnologias que aparecem em quase todas as ficções cientificas e não são claramente explicadas, não somos especialistas em física, então são coisas que ficam na cara dura e vamos usar as explicações oficiais de ficção cientifica dentro de seus universos.
Resultado de imagem para Warp technology
Motor mais rápido que a velocidade da luz - oficialmente não existem maneiras de conseguir criar um motor que gere velocidade capaz de ultrapassar a velocidade da luz, porem existem teorias cientificas a qual você pode "enganar" essa regra, sem violar ela completamente, sempre em quase todas as ficções existem maneiras de burlar elas, mas na ficção nada sobre isso é explicado de maneira satisfatória. 

A clássica jornada nas estrelas criou o motor de dobra cria uma bolha que isola a nave da Enterprise e faz com que ela possa ultrapassar a velocidade da luz, porem isso não afeta o tempo fora da bolha, porque mesmo se a bolha ficasse ao redor da enteprise e permitisse que ela viajasse acima da velocidade da luz, o tempo passaria mais rápido fora da bolha, assim mesmo que eles viajassem na velocidade da luz ainda teriam que distorcer o universo mesmo dentro da bolha, o motor de dobra nunca teve a pretensão de ser cientificamente possível, mas para ser uma explicação simples de como eles viajavam tão rápido, sendo uma referencia aos "nós" das embarcações, dando mais um aspecto de submarino a nave.

Em Cowboy bebop, Mass Effect e em Babylon 5 se utiliza as teorias modernas de viagem acima da luz, que é criar um portal artificial que crie buracos de minhoca de um ponto A até o ponto B, passando por dentro estaria o chamado "hyper espaço", essa teoria de buraco de minhoca foi explorada na serie de Jornada nas estrelas chamada DS9 (Deep Space Nine), onde um buraco de minhoca é aberto de quadrante do espaço ao outro pelos aliens/deuses chamados Profetas, já em Guerras nas Estrelas as naves podem criar buracos de minhoca através de cálculos para evitar que colidam com uma estrela ou planeta, porem antes de atravessar de um ponto do buraco de minhoca ao outro eles passam pelo chamado Hyper espaço, se tiverem mapas corretos eles podem viajar por qualquer parte da galaxia,  porem mesmo em todos esses casos apresentados a viagem entre buracos de minhoca podem levar minutos, horas, dias, meses ou anos dependendo da distancia entre um buraco de minhoca e o outro., o mesmo vale para a tecnologia de "pulo" de Battlestar galactica, já em Andrômeda existe o slipstream que é uma corrente de buracos de minhoca interligados aos quais a nave abre e pode navegar por elas diretamente entre buracos ou fazendo diversas paradas entre buracos de minhoca.

Nenhum filme ou seria dá clara ou cientificamente uma explicação de como funciona, porem nos casos dos buracos de minhoca essa é a teoria mais creditada pelos físicos modernos.
Resultado de imagem para artificial gravity technology
Gravidade artificial - a Gravidade artificial padrão Terra é algo básico em todas as ficções cientificas, mas nenhuma explica como funciona, a estação babylon 5 foi a primeira a tentar explicar, mas mesmo ela não explica direito como funciona, atualmente os cientistas não tem a menor ideia de como criar gravidade artificial viável para viagens espaciais, já que a gravidade pode mudar radicalmente durante a viagem ao cruzarem com luas, planetas ou estrelas, mesmo que fosse possível criar gravidade artificial ainda seria necessário criar moduladores dinâmicos de gravidade para fazer com que pudesse ser usada em viagens espaciais,  a falta ou excesso de gravidade pode gerar diversos problemas físicos no corpo, gerando doenças, perda muscular e óssea ou até mesmo a morte.

O mais próximo de uma resposta ainda é a estação espacial de 2001 uma odisseia no espaço, onde uma forma de carrocel espacial puxa e empurra a gravidade para pequenos cômodos, mesmo assim ainda é considerado apenas uma ficção cientifica viável e não realista.
Resultado de imagem para teletransport
Teletransporte - passar suas moléculas e átomos de um ponto A até um ponto B não é tão fácil quanto parece em Jornada nas Estrelas, para fazer isso seria necessário fragmentar e reagrupar os átomos, nesse processo se fosse uma vida orgânica como conhecemos morreria e seria re materializada morta, se fosse possível teletransportar alguém de um ponto para outro, poderíamos ser capazes de criar copias de pessoas baseadas nas informações registradas no computador, assim poderíamos criar diversos clones de pessoas para habitar uma nave espacial, porem hoje tecnologia de teletransporte de seres vivos ou para armazenar informações tão grandes assim é impossível.

Existem teorias de que é possível teleportar coisas mortas ou objetos inanimados sem problemas, mas ainda é apenas uma teoria não considerada real para a maioria dos cientistas.
Resultado de imagem para universal translator
Tradutor Universal - Hoje já existem protótipos de tradutores universais mas não como na ficção cientifica, nos tradutores existentes uma pessoa fala para uma maquina que reproduz em outro idioma o que foi dito, porem é impossível traduzir certas palavras mesmo entre idiomas, quanto mais nos casos de idiomas de linguás ou sociedades completamente diferentes da nossa, nos filmes os tradutores funcionam substituindo o que a pessoa disse pela versão traduzida com raras exceções como no Guia do Mochileiro das Galaxias onde um peixe é colocado no seu cérebro para que possa entender automaticamente qualquer idioma ou os Ferengi de Jornada nas Estrelas que instalam um tradutor universal em seu cérebro ao nascer, porem as outras raças de jornada criaram alguma forma de terem um tradutor universal portátil que reproduz automaticamente o que uma pessoa diz em outro idioma, mas não é explicado como isso ocorre, isso se tornou um padrão na maioria das ficções cientificas.

Em Guerra nas Estrelas, Babylon 5 e algumas poucas obras de ficção cientifica os tradutores funcionam como nos conhecemos ou seja uma maquina replica a fala desejada ou um computador traduz o idioma diretamente para outro computador, por esse motivo ainda é necessário que pessoas aprendam outros idiomas, no caso de Guerra nas Estrelas a maioria dos seres falam o "Basico" que é a linguagem oficial republicana, porem existem seres como os Wookies ou os Hutts que falam idiomas diferentes mas que podem ser aprendidos, já em Babylon 5 a maioria dos aliens falam o "idioma padrão de comercio terrestre" que é o inglês.

Gostaram da Lista? Tem alguma outra tecnologia que gostariam que fosse citada ou comentada?