Sites gringos investigam táticas da Marvel de vendas que podem ser consideradas fraudes

Então, sites gringos começaram a criticar e fazer matérias investigativas sob as técnicas de vendas da Marvel, alguns sugeriram que a editora tem fraudado a contagem de vendas de suas publicações
Quando DC rebirth estreou faziam 3 anos que a DC não vendia tanto, bem como fazia muito tempo que  a situação no top 10 de vendas estava tão desfavorável para a Marvel, os sites Newsarama  e Bleeding Cool e aqui também,  começaram a fazer investigações as quais chegaram a ser mencionadas em jornais de grande circulação, já que a Marvel é uma empresa do conglomerado da Disney.
A imagem pode conter: texto
Top 10 de Fevereiro de 2017

Tática 1 - Encher de edições numero 1 - Uma pratica antiga do mercado de quadrinhos que foi usada sem limites pela Marvel foi apostar em edições 1 de diversos títulos, inicialmente isso funcionou porem ao que parece os leitores já não suportam mais essa pratica, um dos donos de comics shops em entrevista disse "Há 3 anos atrás, eu vendia facilmente 35 títulos da Marvel, atualmente mal consigo vender 10, antes a tática de edições 1 funcionava, mas agora estão todas presas e não temos mais espaço físico para vender elas, pois ficam encalhadas, o mercado está ficando cada vez mais saturado graças a isso."

Tática 2 - Negociações por estoque - A Marvel tem feito negociações por estoque dando desconto na compra de todas as revistas disponíveis para venda, ganhando mais o mesmo numero em edições gratuitas, o que parece um bom negocio para as comicshops mas as revistas acabam encalhadas, continuando sendo contadas como vendidas, pois vieram junto com o pacote, exemplo uma loja de quadrinhos compra 50 edições de uma edição 1, ele além de um desconto de 15% vai receber mais 50 edições do mesmo numero, acabam sendo computadas como vendas, assim de certa forma fraudando a contagem de edições vendidas, mas são produtos distribuídos e não vendidos.

Um exemplo foi a HQ Champions (Aqui chamado de Campeões) sua edição 1 vendeu apenas 60 mil copias, porem as solicitações deram contagem de 400 mil copias, que ficaram computadas como vendas, assim assumindo seu lugar no top 10 de vendas, isso seria considerada pelas leis americanas "Fraude contra o consumidor" pois sugere que aquela revista está vendendo mais por agradar o publico, quando na verdade são produtos distribuídos e não vendidos.

A DC decidiu fazer uma tática oposta a Marvel, vendendo menos títulos e focando nos seuscarros chefes, largando durante Rebirth uma pratica que foi considerada nociva pelas lojas durante os novos 52, que era ter 52 títulos fixos, fazendo títulos quinzenais, apenas colocando um titulo no lugar do outro, dando um aspecto mais dinâmico para os leitores que queriam comprar suas revistas.

Outra tática da DC é recolher o encalhe, ou seja caso uma revista não venda tudo em uma loja, a própria editora recolhe as edições para evitar que fique muita revista repetida nas vendas e que diminua o espaço físico de quem tenha contratos de vendas de seus títulos em loja.

A Marvel ainda continua faturando mais com suas vendas, especialmente pelo fato a DC também ter diminuído o valor de suas edições, porem a fatura tem diminuído radicalmente no final de 2016 e até agora no inicio de 2017, já cada edição da DC publicada tem vendido o considerado uma media razoável de vendas mantendo assim financeiramente sustentável o titulo.

As fontes dessa postagem estão no inicio, basta clicar nos nomes dos sites gringos citados.