Pantera Negra, e a possibilidade de se tornar o melhor filme de super herói da história


Depois de uma grande espera por parte dos fãs, finalmente foi lançado o trailer definitivo e oficial do filme do Pantera Negra. O personagem que estreou no universo cinematográfico da Marvel no filme Guerra Civil, tem a sua própria produção com data para fevereiro de 2018.

A  ansiedade dos fãs é explicada pela grande atuação de Chadwick Boseman no terceiro filme do Capitão América e por todas as questões que ficaram em aberto referentes ao Pantera Negra.

E, toda demora valeu a pena: as cenas mostradas são sensacionais, os trajes, as máscaras, a tecnologia de Wakanda, tudo foi maravilhosamente transpassado para a grande tela.
Assim, com o aparente tom a ser seguido (nenhuma galhofa), com o elenco diferenciado e com a qualidade adotada na produção, o filme abre possibilidade real de se tornar o melhor produto do gênero super herói da história do cinema.

Por meio de uma explicação detalhada sobre cada ponto citado acima, até os mais céticos conseguirão enxergar essa possibilidade. Acompanhe:

1 - O ritmo/tom do filme


Infelizmente, os dois maiores estúdios produtores de filmes de super heróis definiram tons únicos para utilizarem em suas produções:

  • Marvel Studios - fórmula da piadinha a cada cinco minutos, roteiro simplório.
  • Dc/Warner - fórmula dark das sombras, roteiro para deixar ainda mais depressivo.

No início, com a escassez de películas de super-herói, os fãs se agradavam com tudo, não dava para exigir muita coisa. Mas, como dito, os estúdios fincaram suas fórmulas e assim seguem até hoje. E como diz o ditado: "Água mole em pedra dura..."! Tudo em demasia cansa e está acontecendo com as produções dos dois estúdios. A sensação de dejavu é constante, parece que só mudam o nome do personagem, mas os filmes são basicamente a mesma coisa. Está ficando difícil.

Assim, o Pantera Negra parece ser o fio de esperança para quem quer algo diferente das duas fórmulas já batidas. O filme aparenta um projeto que focará na seriedade do personagem, com suas angústias, dúvidas e jornada, mas que não deixará o fã esquecer de que aquilo é uma ficção voltada para o entretenimento. Ninguém saíra do cinema querendo ser roqueiro trevoso das trevas com profunda depressão, como são os filmes da Dc.

Por outro lado, está claro que não teremos mais um stand up comedy da Marvel, como foram Thor 2, Iron Man 2 e 3, Vingadores 2 e, infelizmente, Doutor Estranho - este último me causou uma tremenda frustração quando sai do cinema.

O Pantera Negra vem com o exato meio termo: o filme que te faz refletir, sem se revoltar com o mundo; que consegue te emocionar, sem cair em depressão; que te faz entender as motivações do vilão, mas que te faz aplaudir o herói por não escolher o caminho mais fácil.

Enfim, a produção do Pantera Negra vai mostrar para Marvel que o ritmo a ser seguido é o do segundo filme do Capitão América. Querem piadinhas? Deixem para os Guardiões da Galáxia, eles estão aí para isso. E, mostrará para Dc que mesmo sendo complexo e bem intencionado, ainda queremos ver um filme de super herói.

2- Elenco



Com um elenco desse não precisava dizer mais nada. Todavia, vamos nessa. Em primeiro lugar, afirmo sem medo de errar que não existe um filme de super herói com um elenco reconhecidamente tão talentoso e premiado. Posso estar errando para menos, mas só aí temos dois ganhadores de Oscar: Lupita Nyong'o e Forest Whitaker.

Além dos oscarizados, ainda temos atores de sucesso em hollywood como o próprio Chadwick Boseman, Martin Freeman, Andy Serkis, Michael B. Jordan, Angela Basseti, John Kani e Danai Gurira ( a Michone de The Walking Dead).

Como um espectador assíduo de produções do gênero, posso dizer que o único filme que se aproxima em termos de qualidade do elenco é o Batman - Cavaleiro das Trevas. E como o segundo filme do Batman (trilogia Nolan) é bastante elogiado, é mais uma prova de que um elenco talentoso pode pesar bastante a favor da produção.

E por último, mas não menos importante: o filme do Pantera Negra é o primeiro deste segmento a ter mais de 80% do elenco composto por atores negros. Imagina a vontade que esses artistas estão em fazer história. Não tem como ser algo menor que excelente.

3 - Qualidade na produção



Quem conhece um pouco da história do personagem nas hqs, sabe que Wakanda é sempre mencionada como um dos lugares mais tecnológicos da Terra - o próprio traje de vibranium do Pantera Negra corrobora com isso. Então, para tornar essa tecnologia em algo realista na tela de cinema, a produção tem que ser de genial para cima. E, as imagens do trailer nos oferecem um vislumbre sobre o quão espetacular será o produto final.

Com a direção de Ryan Coogler (o homem por trás de Creed) e com o próprio Kevin Feige envolvido diretamente na produção, temos certeza que qualidade e competência não vão faltar também por trás dos bastidores.
Para concluir este quesito, a trilha sonora deve acompanhar a mesma qualidade da imagem do filme. Uma prova disso é BagBak do Vince Staples, música tocada no trailer que saiu hoje.


Enfim, alguns podem argumentar de que trailers enganam e já tivemos vários exemplos disso. De fato, esta é uma afirmação que não posso refutar. Porém, tenho certeza absoluta de que o filme do Pantera Negra vai supreender até aqueles que já esperam muito da película e se tornará o melhor filme de super herói da história. Podem me cobrar sobre isso no futuro.


Se concordam ou discordam sobre os pontos apresentados, coloquem nos comentários.

guest author area 51  Toddy Honesto
Bacharel em Publicidade e um duro convicto. Não tem dinheiro para comprar HQ´s, ir ao cinema ou Netflix. Busca sempre o Sim, porque o Não já é certo. Pai da Sofia, a cachorra cantora.. Twitter / Facebook

XXXXXXXXXXXXXX