Organizadores da Comic Con são presos na Líbia


Força de Dissuasão, leal ao Governo de Unidade Nacional, considerou o festival como um "fenômeno destrutivo" que promove os valores americanos e precisa ser combatido
Os organizadores da Comic Con na Líbia foram detidos pela força leal ao Governo de Unidade Nacional (GNA), neste sábado, em Trípoli. O festival da cultura pop foi considerado contra "os costumes e o pudor" pelo grupo. De acordo com um dos participantes, a Força de Dissuasão entrou na sala onde o festival foi organizado, prendeu os organizadores e tirou os computadores.

"Esses tipos de festivais importados do exterior exploram a fraqueza da persuasão religiosa [dos adolescentes] e seu fascínio pelas culturas estrangeiras", explicou o grupo armado.
Na sexta-feira, centenas de jovens foram para a capital para a abertura da segunda edição da Comic Con Líbia, que deveria continuar neste sábado. Muitos dos participantes eram cosplayers vestidos de personagens de mangá ou de produções de animação.



O festival Comic Con nasceu em 1970 nos Estados Unidos, quando alguns "geeks" começaram a trocar histórias em quadrinhos de super-heróis. Desde então, tem se espalhado por todo o mundo.
Ao prender os organizadores da Comic Con, a Força de Dissuasão considerou que era "necessário abordar esses fenômenos destrutivos e combatê-los", frisando que os organizadores serão apresentados "à acusação por atacar costumes e o pudor"O grupo armado, com sede em Trípoli, é formado, principalmente, por salafistas, que são do movimento ultraconservador do islamismo sunita, e controla a parte oriental da capital. A força leal ao GNA persegue traficantes de drogas ou de bebidas alcoólicas e pessoas suspeitas de pertencer ao grupo do Estado Islâmico (EI). Com isso, recebem apoio da comunidade internacional.
Considerado um dos grupos armados mais disciplinados, ganhou influência desde a instalação do GNA em Trípoli, em março de 2016, depois de ter conseguido conter o crime organizado na capital da Líbia.
Desde a queda do regime Muammar Gaddafi em 2011, as sucessivas autoridades de transição falharam em sua tentativa de estabelecer uma polícia e um exército regular capazes de restaurar a ordem em um país controlado por centenas de milícias.


guest author area 51  Questão

Profundo conhecedor da cultura pop, fã de conspirações/mitos e lendas é o principal meio de arranjar uma treta com famosos e pseudo-famosos da web.. Twitter / Facebook