Resenha: Liga da Justiça, por Polvo Aranha


Melhor filme da Marvel desse ano.


Pois bem, hoje enfim fui ver o filme da Liga, ainda com o gosto de merda de BvS na boca e preparado pra fazer o que sei fazer de melhor: falar mal pra caralho de tudo. Então podem imaginar a minha surpresa ao me deparar com a ultima coisa que esperava ver da Warner... UM FILME MUITO BEM FEITO!!!!


Sim, o filme tem problemas de ritmo? Tem só no começinho. Muitas piadinhas? Bastante. Personagens descaracterizados? Mais por parte do Bátima, mas ele compensa em outros aspectos de discutirei mais adiante. Vilão merda? Bem merda, não que nas HQs ele fosse diferente. Os super heróis sabem manter a identidade secreta? São sei como a do Batman e do Superman não se tornaram publicas nesse filme. Furos ou bobagens no roteiro? O exercito atlante bem que podia ter ajudado, e os parademônios atacarem só quem sente medo é uma ideia bem boba, e a Morcega decidindo reviver o Superman ficou bem forçado. O CG incomoda? Olha só esse queixo e me responda:

Qualquer semelhança não pode ser só mera coincidência


Pois bem, acreditem ou não, citei todos os defeitos do filme, e eles até não incomodam tanto, especialmente porque todos esses mesmos defeitos você vê maiores e bem mais acentuados nos filmes atuais da Marvel. E não não agradeça ao seu Snydeus por isso (afinal o pouco que sobrou do dedo dele no filme, especialmente nas cenas de ação, continua um lixo), esse aqui é o messias que vocês, DCnecos, tem que seguir:

JOSSus Cristo!

Pra quem não sabe, durante a produção desse filme, o Zack Snyder foi demitido (se afastou por causa da morte da filha o meu ovo, que ela já tava morta 3 meses antes dele ser chutado do filme) e foi o Joss Whedon, o mesmo cara de Vingadores 1 e 2, quem assumiu a bagaça, e no pouco tempo que ele teve pra editar e refilmar o filme, ele fez um trabalho magistral

Somando isso ao histórico atual da Marvel, acho que Vingadores 2 não foi culpa do Whedon

Mesmo sendo visível em vários momentos que o filme sofreu cortes e que cenas vistas nos trailers ou foram cortadas ou modificadas completamente, vemos um filme com bom ritmo, um plot sólido (mesmo sendo copiado descaradamente de Vingadores 1), humor muito bem dosado, com o filme sabendo os momentos certos de fazer piadinha e de ser sério ou ter peso emocional, o que não o faz parecer banal como os filmes mais recentes de uma certa editora.

Estou de olho especialmente em você

Quanto aos novos personagens, acredite ou não, todos tem personalidades fieis as HQs, como o Ciborgue que lembra o da fase Wolfman/Perez dos Jovens Titãs, e as que mudaram foram bem aceitáveis, como o Barry Allan que lembra um Wally West mais moleque e o Aquaman com a personalidade fodona do Namor (o herói da Marvel que plagiaram na cara de pau nos anos 40 pra criar o Aquaman).

IMPERIUS REX!!!! (grito de guerra do Namor, pros muitos que com certeza não sacaram a referencia)

Os destaques, porém, continuam sendo a Trindade. O Batman, mesmo palhação, consegue ser carismático e retratar bem um aspecto dele que não vemos muito nos filmes: ele não passar de um mero humano que mal aguenta entrar na porrada com um único Parademônio, só contando com a grana, bugigangas e o fato de ser um ótimo estrategista pra poder ser foda.

E só não pegou a MM por ser babaca. Mais Bátima que isso, só se fosse por viadagem pura

A Mulher-Maravilha... bem, continua sendo a Mulher Maravilha.

Não se mexe em time que tá ganhando

Já o Superman, enfim vemos o Super de verdade no filme, obrigado JOSSus. Todo aquele desenvolvimento que o Zack Snyder tava prometendo, já que personagem ainda estaria "em construção", foi basicamente matar o Superman antigo doSnyder e revive-lo sem quase nenhuma memória e com sequelas mentais e emocionais permanentes.

O Ministério da Saúde adverte: ser ressuscitado por tecnologia alienígena pode causar animo, moralidade, senso de humor, preocupação com o bem estar do próximo e te tornar uma inspiração pra todos a sua volta

Em resumo, vemos um filme que não é perfeito, mas consegue ser aquilo que não vemos na Marvel faz um tempo: fiel ao material original, honesto, com alguma profundidade emocional e uma verdadeira obra de arte (ao invés de um simples produto manufaturado em cima de uma formula já estabelecida).


Nota: 7,6

Esse filme não merece a nota baixa que tem no Rotten Tomatoes assim como a Marvel não merece sua média constante de 90 e tantos por cento

guest author area 51  Polvo Aranha
Gênio, bilionário, playboy, filantropo, amigão dos roteiristas... só que não. Twitter / Facebook