Header Ads

test

Escritor de 13 Reasons Why é acusado de assédio sexual


Jay Asher foi expulso de uma associação literária após as acusações mas ainda vai continuar ganhando o dinheiro sobre a franquia.
Jay Asher, o escritor do livro Os 13 Porquês, que inspirou a série 13 Reasons Why, da Netflix, foi expulso de uma associação de escritores profissionais após acusações de assédio. De acordo com a agência de notícias Associated Press, a Sociedade de Escritores e Ilustradores de Livros Infantis (SCBWI) expulsou Asher no ano passado depois de o autor supostamente ter violado as regras sobre assédio da associação. Embora a polêmica tenha acontecido no ano passado, ela só veio à luz agora.

“Tanto Jay Asher quando (o ilustrador) David Diaz violaram o código de conduta da SCBWI no que diz respeito ao assédio”, diz um comunicado do diretor da associação, Lin Oliver, enviado à Associated Press. “As denúncias contra eles estão sendo investigadas e, por isso, eles não são mais membros da Sociedade, nem vão aparecer em eventos organizados por ela no futuro”, completou.

Não se sabe exatamente do que Asher está sendo acusado, mas, de acordo com o BuzzFeed News, as denúncias aconteceram através de vários emails anônimos enviados à Sociedade. O escritor, contudo, negou as acusações e disse que que ele não foi expulso da SCBWI, mas decidiu deixá-la após “sofrer assédio” das pessoas que fizeram a denúncias há “cerca de 10 anos”. “Eu tive relações consentidas com adultos, e elas acabaram anos atrás”, disse Asher. Ele contou ainda que se sentiu como se tivesse sido “jogado contra um ônibus” pela Sociedade.

Apesar das declarações do escritor, o diretor da SCBWI disse que eles investigaram o caso. “Depois de investigações, acreditamos que finalizar a associação dele com a Sociedade era o melhor a fazer. Nós sempre fomos muito cuidadosos com assuntos relacionados ao assédio sexual e temos uma política de tolerância zero em relação a isso, mas claramente nossas políticas não preveniram violações, então estamos aproveitando essa oportunidade para rever nossas diretrizes”, respondeu ao BuzzFeed.