Header Ads

test

Resenha HQ Fan: Deadpool 2


Se o 1º foi uma história de amor, esse é um filme família!


Enfim estreou o filme de super heróis mais esperado do ano (pra quem não é bazingueiro), e como gostei muito do 1º, lógico fui ver a continuação na estreia, e devo dizer, Deadpool 2 cumpre o que promete!

Pode ler sem medo

No filme, após um dos seus serviçinhos de Mercenário Tagarela acabar acarretando na morte da namorada dele, Vanessa, Deadpool entra numa crise existencial, e após um período de luto como só ele teria, o Degenerado Regenerado chega a conclusão que o caminho da redenção é ajudar um moleque problemático que está sendo caçado por um Exterminador assassino do futuro, Thanos Cable.

Te peguei!

Dado o resumão, primeiro vamos aos pontos fortes do filme: o humor continua excelente. Tem todo tipo de piada nesse filme: piada de cunho sexual, piada quebrando à 4ª parede, piada de trocadilho, piada de palavrão e principalmente piadas de referência. Tem referência às HQs, ao filme anterior, ao proprio filme, à cultura pop e até ao gênero de super heróis em geral.

Capitas depois de ver tanta referência

E embora o filme tenha o nome do Deadpool, e ela seja creditado na abertura como um cara que não gosta de compartilhar tempo de tela, todos os personagens do filme ganham ótimo tempo de tela e sua chance de brilhar, desde de novatos como Cable e a Dominó (sorte é definitivamente o melhor poder!), até veteranos como o Colossus e o taxista Dopinde.

Mas são os membros da X-Force quem realmente brilham nesse filme

Um dos poucos defeitos do filme, que também é um acerto, é que assim como Guardiões da Galáxia Vol. 2, esse filme também tem grandes doses de drama, afinal o Wolverine roubou a proposta de filme mais barato e violento do Deadpool e teve a ousadia de morrer no filme a mulher do Wade morre por culpa dele, e ele nem pode se matar pra se juntar à ela no pós vida.

Era pra essa relação ser entre o Deadpool e a Morte no filme, mas já que o Thanos estava no filme fazendo o papel de Cable, nem o Wade foi louco de chifrar o Titã Louco na frente do mesmo

Vale citar também que o filme ainda possui algumas partes forçadas no roteiro, como o Cable torturando o Fuinha ou a amizade instantânea do Firefist com o Fanático (se bem que o próprio filme zoa o roteiro), mas ótimas cenas de ação e uma trilha sonora marcante.


No fim, Deadpool 2 entrega tudo o que propõem, e até um pouquinho mais. Vale o ingresso e mais uma continuação (isso se a Disney permitir). Nota: 8,6

E provavelmente a Disney não vai

PS: FIQUEM PRAS CENAS PÓS-CRÉDITOS!!!! SÓ ELAS JÁ VALEM O INGRESSO EM SI!!!!

guest author area 51  Polvo Aranha
Gênio, bilionário, playboy, filantropo, amigão dos roteiristas... só que não. Twitter / Facebook