fx

Opnion Zone - The Strain a nova série da FX

     Apoderando-se da coluna do nosso caro amigo Cofre do Ultra, o opnion zone de hoje vai falar um pouco sobre o 1º episódio da recém chegada série The Strain (estreou na última terça no Brasil). As vezes alguns gêneros de história nos trazem a indiferença por serem batidos, mas como dizia Scott Mcloud em seu livro 'desvendando os quadrinhos', nem um gênero é clichê depende apenas da capacidade de inovação do autor. Exemplos não faltam, podemos citar o vitorioso Walking Dead de Kirkman, à pegar um tema tão recorrente e angariar até novos espectadores para ele. O tom psicológico e os pormenores da catástrofe zumbi são muito bem retratados pelo autor. No mundo dos 'vampiros' não é diferente. Desde que Bram Stroker nos trouxe a lenda de Drácula ao mundo, vimos em todas as mídias histórias e mais histórias sobre o tema. A julgar pelos diversos filmes, seriados, séries que já passaram por ai e provavelmente descartaríamos de cara The Strain. Mas Guillermo Del Toro, não se incomodou com isso e mesmo com objeções romantizou sua história de terror com Vampiros.



      Outro exemplo (agora falando do tema vampirismo) é a série de quadrinhos 'Vampiro Americano' de Scott Snyder, Stephen King e Rafael Albuquerque. A revista da Vertigo absorveu e usou do que havia de melhor no gênero, para ilustrar grande parte da história americana. Com grande dose de suspense, humor negro, terror modificou a visão de muitos que acreditavam que não era possível fazer uma boa história de vampiros. Talvez seja cedo, mas o 1º episódio de The Strain me deixou esse sentimento. A direção de Del Toro, deu mais competência ao piloto até por sua experiência como diretor.



   A história inicia com um avião que pousa em Nova Iorque, mas misteriosamente ninguém sai dele. Desconfiados com a ocorrência de alguma epidemia, as autoridades acionam uma investigação comandada por Ephraim Goodweather. Dentro do avião ele percebe que todos estão em estado catatônico. Aqui temos o diferencial deste primeiro episódio. O piloto tem mais de uma hora de duração (eu fiquei surpreso!), a condução é bem detalhada e paciente, somos apresentados a vários personagens e o terreno é muito bem preparado. O suspense produzido durante as cenas dentro do avião são de 1ª, você está imaginando certo, vamos encontrar pessoas com dentes pontiagudos e sedentas de sangue lá e percebe que as coisas caminham de maneira diferente. A trilha sonora também é importante para o tom (é o mesmo nome por traz da trilha de Game of Thrones), sem esquecer a luz baixa em todo o episódio deixando tudo mais sombrio. 



   O piloto, apesar de ter muito suspense, faz questão de mostrar de cara o tema proposto e também a provável causa. Muito bem escrito e dirigido vale a pena ao menos conferir. Deixando muitas pontas soltas para a continuação (afinal é o 1º episodio) e um gostinho de quero mais. É cedo para dizer que é uma boa série, veja sem preconceitos e expectativas (foi isso que eu fiz). Estou no aguardo de hoje as 23:15 para ver o 2º capítulo e ,quem sabe ao final dos 13 da primeira temporada ,considerar que valeu a pena.

Mais séries baseadas em quadrinhos aqui 

Confira Também...

0 comentários