Digimon Adventure Tri - Digimon voltou, amigos.


Hoje, uma das coisas mais esperadas esse ano retornou direto de nossas infâncias para a nossa vida adulta e de uma forma sensacional. Diferente de Dragon Ball Super ou Soul Of Gold, Digimon Tri chegou para mostrar que por mais que estivermos longe do Digimundo, nós nunca vamos esquecê-lo. Devo dizer que dos 4 OVAS já liberados pela Toei, eu me senti bem mais empolgado e feliz com o que eu tinha visto dos outros retornos de grandes franquias que tivemos. A qualidade da animação, apesar de algumas coisinhas que são compreensíveis, está impecável. A trama até agora não tem como saber muito, infelizmente. Mas a sensação de não estar entendendo o que está acontecendo, assim como os Digiescolhidos, não parece ruim ou erro da trama. Ela nos deixa do mesmo jeito que eles estão. Nós vemos alguns deles maduros, ocupados em suas próprias vidas e muitas vezes com planos diferentes dos amigos. Uma bela analogia da vida, que por mais inesquecível que sejam seus amigos, suas histórias, uma hora vocês se separam ou não vão poder estar sempre juntos, e temos que lidar com isso. 


Sem entregar muito da trama, Digimons malignos estão chegando ao mundo real através de brechas de dados entre o nosso mundo e o Digimundo. Através disso, descobrimos também que existem pessoas no mundo real cientes do que aconteceu com os Digiescolhidos. Mas isso no momento não importa, e até os roteiristas sabem disso. O que nós queremos, é ver os Digimons em ação, a evolução dos personagens e seus dramas entre si. E eles nos entregam isso muito bem nesses 4 episódios e nos deixa com um clímax que te faz imaginar por qual motivo a Toei ainda não lançou tudo para você assistir logo e entender o que está acontecendo com Tai e os outros. 


Digimon Tri evolui a trama, mostra uma complexidade um pouco maior entre os problemas dos personagens e tem um clímax no final do quarto episódio que te faz imaginar o que tem na mente da Toei e o que eles estão planejando mais pra frente. Isso só mostra que quando a Toei não quer só ganhar dinheiro, e sim respeitar e agradar os fãs, ela acerta e acerta muito.

E agora só resta esperar pelos outros dois episódios e entender o que está acontecendo e finalmente ter o que nós queremos. O desfecho desse retorno triunfal de uma das franquias mais queridas por todos nós, que vivemos nos anos 2000. Digimon voltou, amigos. E muito bem. 

Confira Também...

0 comentários