Assassin's Creed: Últimos Descendentes - Locus 1

Resultado de imagem
Escrita pelo nomeado ao prêmio Eisner, Ian Edginton (X-Force, HG Wells 'War of the Worlds) e sendo uma ponte para o próximo livro, Assassin's Creed: Last Descendants, de Matthew J. Kirby. Junto com Ian, temos Caspar Wijingaard como Artista e Farrel como Colorista. A revista traz de volta toda a ambientação da Londres vitoriana do século XIX de Assassin's Creed: Syndicate.

No enredo, seguimos a história de Sean, um adolescente que se vê em meio aos conflitos entre Assassinos e Templários no dia de hoje, quando ele começa a dar uma olhada nas memórias de seu ancestral, Tommy Greling, um agente dos Pinkerton e começa a experimentar a miséria sórdida da Londres Vitoriana. Uma história cativante se desenrola, quando Greyling começa a procurar as respostas para um mistério que poderá mudar o mundo.

A ordem dos templários buscou o aperfeiçoamento da humanidade por séculos, conduzindo ela através de guerra e paz,  fome e banquetes.

As peças do Éden - relíquias avançadas deixadas para trás por uma misteriosa raça precursora - A Ordem busca criar um mundo perfeito, um governo pela disciplina e União.

1872
Um homem idoso está morrendo, porem um homem bem vestido chamado Tommy Greyling vai falar com ele, porem o homem idoso revela que foi envenenado, mas o veneno é desconhecido pela medicina moderna e por isso os médicos não são capazes de descobrir sobre o envenenamento, revelando que o Presidente americano Grant e o circulo interno deram a ordem, ao que parece a administração do presidente está envolvida com seitas secretas, o homem idoso queria revelar elas, mas foi envenenado por isso.

Tommy Greyling revela fazer parte da agencia Pinkerton, dizendo que pode ajudar o homem idoso que é um jornalista, no passado Tommy foi um policial que expôs a corrupção da policia vinculada com pessoas poderosas, muitos policiais foram presos e vidas salvas, porem Tommy sofreu pressão para se aposentar da policia, mas a chamada agencia Pinkerton ofereceu um emprego para ele.
Resultado de imagem
O jornalista idoso revela que a ordem dos templários está controlando a presidência, que eles procuram por artefatos chamados pedaços do Eden, que existem livros e documentos que podem provar isso, mas que é preciso um livro chamado caixa precursora para decifrar os livros e documentos, pouco antes de desmaiar o homem idoso revela que parte dos documentos estão no museu de Londres.

Pouco depois de sair do local, subitamente Tommy Greyling escuta um barulho e retorna ao quarto com a arma em punho, Tommy então pega em flagrante uma enfermeira tentando matar o homem idoso, Tommy exige que a mulher deixe o homem em paz, ela apenas ri e joga um punhal em sua direção, Tommy desvia por pouco e atira nela, mas a mulher foi capaz de pegar algo da cama e pular pela janela, logo em seguida outra enfermeira chega no local com a confusão toda, mas Tommy conseguiu alvar a vida do homem idoso, mas o punhal envenenou secretamente ele.

A historia muda para os dias atuais, um dos descendentes de Tommy usa uma maquina para vivenciar o passado de seu ancestral, um grupo tenta decifrar o mistério que aconteceu no passado, aparentemente usando esse artefato o presidente Grant aumentou sua esfera de poder, porem o jovem que tem acesso as memorias é cadeirante e sofreu um acidente recentemente, a organização secreta a qual ele trabalha o considera instável.

Em 1872 Tommy Greyling está perseguindo a assassina, porem ela é extremamente habilidosa e quase o mata, mas um grupo de homens estranhos que dizem ser da ordem dos assassinos o  salvam, dizendo que querem a ajuda dele para derrotar os templários.

Nota: 7,5