Depois de perder emprego e esposa, russo processa Bethesda por Fallout 4 ser "muito viciante"

 
 O russo disse que o jogo arruinou sua vida

Em um acontecimento que mais parece uma manobra inusitada de marketing, um homem de 28 anos na Rússia ficou tão viciado em Fallout 4 que suas horas de jogatina ininterrupta lhe custaram seu emprego, sua esposa e sua saúde. Vendo que chegou ao fundo do poço por causa de seu fanatismo, o gamer decidiu que a culpa era da Bethesda, produtora do game, e está processando ela e o SoftClub, estúdio russo responsável pela localização do game por lá. 

O homem alega que as horas de jogo ininterrupto fizeram com que ele faltasse no emprego muitas vezes, o que causou sua demissão. As horas privadas de sono e uma alimentação desregulada causaram danos à sua saúde e todo este novo estilo de vida fez com que sua mulher o abandonasse. A indenização pedida por ele é de 500.000 rublos, o que equivale a aproximadamente a R$ 28.000, como uma compensação pelos seus sofrimentos, já que ele não foi avisado que o jogo se tornaria tão viciante. Ele alega que a Bethesda devia ter se preocupado em avisar isso aos jogadores, colocando uma etiqueta de aviso no jogo, por exemplo. Algo como "cuidado, game extremamente viciante".

Fonte
guest author area 51  Questão
Profundo conhecedor da cultura pop, fã de conspirações/mitos e lendas é o principal meio de arranjar uma treta com famosos e pseudo-famosos da web.. Twitter / Facebook